Abel Ferreira Palmeiras
Futebol Brasileirão

Abel Ferreira desabafa após derrota do Palmeiras em Baruei

A derrota do Palmeiras diante do Athletico Paranaense neste domingo (12) deixou Abel Ferreira muito irritado. O resultado adverso por 2 a 0, em jogo válido pela 6ª rodada do Brasileirão Série A, incomodou muito o treinador alviverde pelo fato da partida ter sido disputada na Arena Barueri.

Por conta do show do britânico Louis Tomlinson (ex-One Direction) na última sexta-feira, o alviverde precisou atuar mais uma vez longe do Allianz Parque. Em entrevista coletiva, Abel Ferreira questionou o fato de mais uma vez estar em um clube que não pode disputar jogos em seu próprio estádio.

Aspas de Abel Ferreira, técnico do Palmeiras

“Me deixa muito triste não jogar em nossa casa. Não é justo. O Allianz é para jogar futebol, e o Palmeiras não conseguir jogar em seu estádio. Não é justo  Não tenho nada contra Barueri. Quero jogar no Allianz Parrque. Nossa torcida nos dá 30% das vitórias em casa. O problema é como que o Palmeiras, que luta para títulos, tem um estádio e é impedido ou não pode jogar. Já ganhamos e perdemos aqui, mas os títulos ganhamos na nossa casa.”

“O problema é como que nós que lutamos por títulos, não podemos jogar na nossa casa. O problema é o Allianz. Como que é possível não jogarmos no Allianz Parque? Se não jogamos no Allianz, não nos cobrem para sermos campeões.”

Atuação da arbitragem irritou técnico do Palmeiras

Abel Ferreira também demonstrou muita irritação por conta da atuação da arbitragem, que aplicou cartões amarelos para Raphael Veiga, João Martins e Victor Castanheira, além do próprio treinador. Todos estão suspensos do duelo contra o Criciúma no próximo final de semana.

“Vocês viram a vontade com que o árbitro deu vermelho ao Veiga. Sei o que vi e falei. Esperava que o vermelho fosse revertido porque o único jogador que sai com a perna rasgada foi o Veiga. Acredito que os árbitros fazem o melhor que podem, mas já que fala em cartões, a vontade que ele deu o cartão vermelho pro Veiga. Há faltas que o árbitro deixou seguir porque supostamente Menino estava na bola. Nós perdemos e não foi por conta da arbitragem.”

Imagem: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *