Antero Greco
Futebol Mídia Esportiva

Antero Greco, jornalista esportivo e comentarista da ESPN, morre aos 69 anos

Morreu nesta quinta-feira (16), aos 69 anos, o jornalista Antero Greco, vítima de um tumor no cérebro, após dois anos de tratamento da doença. O comentarista dos canais ESPN estava internado há meses no hospital Beneficência Portuguesa em São Paulo. Figura conhecida por um estilo marcante com doses de irreverência e opinião clara quando necessária, o jornalista esportivo ganhou projeção nacional ao imprimir junto do narrador e parceiro de bancada Paulo Soares, o Amigão, um modelo totalmente diferente de telejornal esportivo, através do programa Sportscenter, que comandava desde 2000.

Surgido no jornalismo impresso, a partir do jornal Estadão, Antero era um dos profissionais mais bem entendidos sobre o futebol italiano, e considerado um legítimo expert sobre o Calcio, tendo também comentado jogos da Serie A na ESPN e na TV Bandeirantes nos anos 80. Iniciou na ESPN em 1994, junto de nomes como José Trajano e Nivaldo Prieto, quando o canal esportivo da TV Paga ainda chamava-se TVA Esportes. Na emissora, durante 30 anos comentou inúmeros jogos internacionais, e junto de Paulo Soares em 2000, passou a comandar o Sportscenter, revista eletrônica esportiva recém-chegada ao Brasil, durante os Jogos Olímpicos de Sydney.

Antero Greco Reprodução/Instagram
Antero Greco e Paulo Soares no início do Sportscenter, na ESPN — Foto: Reproudção/Instagram.

No comando do jornal noturno, a dupla Antero Greco e Amigão ultrapassou barreiras do canal a cabo, na época ainda restrito a parcela da população brasileira e a partir do final dos anos 2000, viralizou inúmeras vezes na internet com crises de riso ao vivo ao noticiar informações do mundo esportivo. Além da internet, Antero e Amigão já foram muitas vezes repercussão no quadro “Top Five da TV Brasileira” no programa CQC, da Rede Bandeirantes.

Trajetória de Antero Greco

Nascido e criado no bairro do Bom Retiro em São Paulo, o filho de imigrantes italianos formou-se em jornalismo pela USP em 1974, mesmo ano em que iniciou a carreira como revisor de anúncios publicitários da madrugada no jornal O Estado de S.Paulo. Em quase 44 anos de Estadão, Antero Greco passou de revisor para repórter esportivo, de chefe de reportagem a repórter especial, e de repórter especial a editor assistente. Com intervalos na passagem pelo Estadão, o jornalista que quase tornou-se padre, algo confessado em entrevista concedida ao UOL, Antero também passou por jornais como o Diário Popular e Folha de S. Paulo, e emissoras de TV como SBT e Band.

Talvez tivesse seguido e depois abandonado porque era muito contestador para os padrões salesianos, que eram os padres que eu frequentava na escola em que estudei, o Liceu Coração de Jesus. Fiquei um mês em Campinas, no seminário”.

Após construir uma vida no jornalismo impresso, Antero voltou à televisão em 1994, no surgimento da ESPN no Brasil, até então chamada de TVA Esportes, sob comando do Grupo Abril. Na emissora, consolidou seu nome como comentarista de futebol internacional, e logo depois apresentador, junto do narrador e amigo Paulo Soares, que comandou o programa Sportscenter durante mais de 20 anos na televisão paga. Jornalista de onze Copas do Mundo, sendo sete in loco, Antero Greco também comentou inúmeras partidas de Copa das Confederações, Libertadores da América e UEFA Champions League.

Torcedor do Palmeiras, dono de opiniões sensatas e sempre demonstrando posições em variados assuntos, Antero Greco seguia ativamente nas redes sociais, onde também construiu uma legião de fãs e amigos, que acompanhavam seu trabalho no Estadão até 2018, e até então na ESPN, onde estava desde o início da emissora. Em junho de 2022, iniciou seu tratamento contra um tumor no cérebro, que o afastou dos estúdios e lhe impediu de trabalhar plenamente. No seu primeiro retorno, em setembro do mesmo ano, passou mal ao vivo durante o Sportscenter, no momento em que analisava a partida entre Atlético-GO e São Paulo pela Sul-Amerciana, e prontamente atendido após o colega de bancada Felipe Motta, chamar o intervalo comercial.

Exames foram feitos e se constatou um corpo estranho aqui, na cuca. Fui internado em urgência e operado. Dois meses depois, fazendo exames de rotina, mostrou que sobrou ‘um treco da gororoba’, então deveria ser submetido a uma segunda operação, sem prazo definido”.

— Antero Greco em explicação sobre o tumor diagnosticado em 2022.

Tendo quadros de melhora durante o tratamento, Antero retomou suas participações na TV de forma remota, e ao retornar para os estúdios em maio de 2023, junto de Paulo Soares, comentou sobre a batalha vivida à época.

Exame aqui, biópsia aqui e acolá, a coisa ia de ‘médio’ para ‘grave a gravíssimo’ e para ‘coisa muito ruim’, depois foi rebaixado para ‘grave’. Fiz radioterapia e quimioterapia”.

Parceria com Paulo Soares, o Amigão

Durante 23 anos, Antero Greco e Paulo Soares comandaram o Sportscenter nos finais de noite da ESPN, e conquistaram uma legião de fãs e telespectadores que lhes acompanhavam não só em busca da informação sobre seus times ou o mundo do esporte em geral. A dupla conquistou o carinho do público através da leveza e carisma de ambos ao noticiar as mais variadas informações do esporte nacional e internacional, ultrapassando barreiras do canal pago pertencente ao Grupo Disney. Em 2021, Antero comentou em entrevista ao Estadão sobre a parceria com Amigão no telejornal esportivo, e sobre como as gargalhadas da dupla lhes consolidaram na TV brasileira.

Paulo Soares, o Amigão, e Antero Greco no comando do Sportscenter, da ESPN
Paulo Soares, o Amigão, e Antero Greco no comando do Sportscenter, da ESPN — Foto: Reprodução/ESPN.

A gente percebe que as pessoas nos curtem pela nossa imagem sincera e verdadeira. A gente não faz gênero. Não criamos personagens. Somos nós lá. O jornal é 99,9% sério. O 0,1% que tem a leveza, a brincadeira, que é algo natural nosso, não é programado. Tem de ser espontâneo. Não somos atores”.

Antero Greco estava intubado nos últimos dias, e teve rumor de seu falecimento inicialmente divulgado no dia 10 de maio, pelo colunista do UOL e amigo Juca Kfouri, que brevemente foi desmentido por Paulo Soares. O narrador e também amigo do jornalista, afirmou que o tumor cerebral estava em estágio avançado e que Antero seguia internado na Beneficência Portuguesa em São Paulo.

Antero Greco será velado a partir do meio-dia desta quinta-feira no Cemitério do Redentor, na capital paulista, e será enterrado às 16h. O jornalista deixa a esposa Leila, três filhos e netos, além de uma legião de fãs, amigos, e profissionais inspirados em seu legado.

Foto: Reprodução.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *