Rogério Ceni
Futebol Brasileirão

Bahia elimina 79% de dívidas após chegada do Grupo City

O Bahia conseguiu modificar o seu patamar financeiro no futebol brasileiro menos de um ano após a chegada do aporte milionário do Grupo City, que pertence 90% doa SAF do clube baiano.

De acordo com números divulgados pelo Conselho Deliberativo nesta quarta-feira (31), o Bahia conseguiu eliminar 79% das históricas dívidas do clube com o pagamento de R$256 milhões, sendo que o valor anterior da dívida consistia em exatos R$300 milhões. Cabe relembrar que o pagamento integral das dívidas foi uma das promessas da SAF.

Na proposta da implementação da SAF, R$300 milhões consistiram exclusivamente para o pagamento de dívidas, mas parte do valor acabou sendo investido para contratações na atual temporada. Ao todo, o Grupo City prometeu investimento de R$1 bilhão em 15 anos.

Intenso investimento em reforços

Considerando desde o início da parceria do Grupo City com o Bahia, os mandatários já gastaram aproximadamente R$150 milhões apenas na contratação de reforços, com destaque para o grande investimento de 50 milhões de reais na atual janela de transferências.

Com este montante e uma equipe de scouts para auxiliar Rogério Ceni, o Tricolor de Aço contratou jogadores importantes como Everton Ribeiro, Jean Lucas e Caio Alexandre, considerando também a manutenção do jogador Cauly em meio ao interesse do Palmeiras.

Bahia teve forte início no estadual

O Bahia está na segunda colocação do Campeonato Baiano com sete pontos conquistados em quatro jogos disputados, atrás apenas do Vitória. Logo mais, a partir das 19h15 pelo horário de Brasília, os comandados de Rogério Ceni terão pela frente o Barcelona-BA com mais um jogo com equipe titular após pré-temporada nas instalações do Manchester City.

No entanto, o maior desafio da semana consistirá no início da Copa do Nordeste, quando o Bahia terá pela frente o Sport Recife na abertura da fase de grupos do regional, a partir das 16h, pelo horário de Brasília, neste domingo (4).

Imagem: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *