Boston Celtics
Basquete Jogos NBA

Boston Celtics vence jogo 5 e elimina o Cleveland Cavaliers

Na noite desta quarta-feira, 15, o Boston Celtics enfrentou o Cleveland Cavaliers no jogo 5 da série entre as duas equipes pela pós-temporada. No TD Garden os dois times fizeram uma partida equilibrada até o último quarto, com os Celtics assumindo a vantagem e não largando mais.

Análise

Boston Celtics e Cleveland Cavaliers tiveram um desempenho digno de uma partida eliminatória. Ambos os times ficaram próximos no placar durante quase todo o jogo. Foi somente no último quarto que uma das equipes conseguiu realmente assumir a vantagem no placar.

O grande nome do jogo foi Jayson Tatum. O ala teve um duplo-duplo de 25 pontos e 10 rebotes; outro destaque foi Al Horford, que teve 22 pontos e 15 rebotes. Do outro lado, Evan Mobley foi o cestinha do confronto, com 33 pontos e sete rebotes. Mas a grande surpresa da noite foi Marcus Morris.

O veterano deixou o banco de reservas ainda no primeiro quarto após Okoro cometer duas rápidas faltas. Morris terminou o jogo sendo o grande destaque dos Cavaliers, com 25 pontos e três rebotes.

Pela terceira vez consecutiva, o Boston Celtics chega à final de Conferência. Agora os Celtics esperaram para saber o seu próximo oponente: Indiana Pacers ou New York Knicks. Atualmente os Knicks estão em vantagem na série.

Jaylen Brown, Boston Celtics, em jogada contra Darius Garland, Cleveland Cavaliers (Foto: AP Photo/Charles Krupa)
Jaylen Brown, Boston Celtics, em jogada contra Darius Garland, Cleveland Cavaliers (Foto: AP Photo/Charles Krupa)

O jogo

Durante o primeiro quarto, o Boston Celtics teve muito mais facilidade para marcar do seu adversário. Duas cravadas, de Jason Tatum e Luke Kornet, mostraram muito bem isso. Do outro lado, o Cleveland Cavaliers precisava suar bastante para conseguir dois pontos.

Sem vários nomes de seu elenco, além de perder Okoro (duas faltas em poucos minutos), os Cavaliers surpreenderam com Marcus Morris. Do banco de reservas o ala entrou e fez sua parte, principalmente da linha de três. O jogador foi responsável por sete pontos só no primeiro quarto.

Apesar disso, os primeiros 12 minutos de partida terminaram empatados. E para a surpresa de todas, os Cavaliers terminaram melhor o período do que o Boston Celtics. Mesmo assim, as duas equipes tiveram muitas dificuldades em criar no ataque durante os minutos finais.

O início do segundo quarto foi marcado por várias bolas de três para os dois lados. Os dois times passaram a “matar” mais bolas de longa distância, algo que não tinha acontecido até aqui na partida.

Mesmo em casa, o Boston Celtics teve dificuldades em colocar o torcedor no jogo. Enquanto isso, Marcus Morris continuou em quadra, marcando mais pontos para os Cavaliers. Mas o placar se manteve equilibrado.

Com o decorrer do segundo quarto, Jayson Tatum e Al Horford finalmente se mostraram na partida. O camisa 0 foi decisivo, principalmente na reta final, enquanto o pivô teve uma sequência muito boa de longa distância.

Outro fator que cresceu bastante para os Celtics no segundo quarto foi a defesa. Os Cavaliers foram limitados a poucas cestas, o que se mostrou no placar ao final do período, com os mandantes na frente.

O Boston Celtics voltou do intervalo com tudo, abrindo logo cedo uma vantagem no placar. Já o Cleveland Cavaliers parou na forte defesa dos Celtics, mas Mobley conseguiu manter a equipe viva no jogo.

E no último quarto, Jrue Holiday chamou a responsabilidade. O ex-Pelicans não pontuou em nenhum momento no jogo, deixando para os últimos 12 minutos. Al Horford continuou a marcar as suas bolas de longa distância, e a vantagem cresceu.

Marcus Morris ainda tentou manter vivo os Cavaliers no jogo, mas os Celtics souberam controlar a partida até o final do duelo.

Fim de jogo: Cleveland Cavaliers 98 x 113 Boston Celtics (4 x 1)

(Foto: San Diego Union-Tribune)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *