atlético mineiro red bull bragantino
Futebol Brasileirão

Bragantino sai na frente, mas Atlético Mineiro busca virada e ultrapassa rival

Em duelo agitado, e decidido ainda na etapa inicial, o Atlético Mineiro mostrou reação relâmpago para buscar a virada diante do Red Bull Bragantino e obter uma importante vitória pela 8ª rodada do Brasileirão nesta terça-feira (11) no estádio Nabi Abi Chedid. O resultado faz o Galo roubar a sexta colocação do Bragantino na tabela, indo agora aos 13 pontos contra 12 do Massa Bruta, que fica em 7º lugar.

Lucas Evangelista abriu o placar para os mandantes antes de, perto do intervalo, Matías Zaracho e Paulinho garantirem o triunfo atleticano mesmo depois de um gol anulado de Cadu por toque de mão.

Reação atleticana

A partida começou bastante amarrada no meio de campo, sem muitas ações ofensivas. Aos poucos, o Bragantino se usou do fator casa para tomar a iniciativa e teve boa chance com Helinho aos 17 em falta cobrada rente ao travessão. Pouco depois, o mesmo Helinho recebeu a bola no escanteio curto e passou para Lucas Evangelista que, da entrada da área, bateu com categoria no canto direito de Everson para abrir o placar aos 24.

O gol trouxe nervosismo ao Atlético, que abusava dos erros de passe. Mesmo assim, o Bragantino tinha dificuldades em capitalizar as oportunidades. Matheus Fernandes tentou por duas vezes, mas Everson evitou o que seria o segundo tento do Massa Bruta. Para piorar, aos 41, Matheus Fernandes se atrapalhou com a bola e a perdeu para Zaracho, que pegou a sobra e completou pro gol com o goleiro Cleiton batido para deixar 1×1 no placar.

No ataque seguinte, veio a virada. Em bola afastada pela zaga atleticana, a bola ficou para Paulinho. O atacante avançou em velocidade deixando os zagueiros pra trás e, na saída de Cleiton, bateu colocado no canto esquerdo.

Intensidade do jogo se mantém, assim como o placar

Atrás do placar, o Bragantino aumentou a pressão no 2º tempo e por muito pouco não empatou em desvio de cabeça de Juninho Capixaba aos 13 em levantamento de Helinho onde Everson espalmou. O goleiro também deteve a chance de Thiago Borba na sequência, também na jogada aérea.

O Galo, perigoso nos contragolpes, ainda marcou o terceiro aos 24 após rápido contragolpe onde Cadu ganhou o bate-rebate e finalizou. Mas o VAR apontou toque de mão do jogador e invalidou a jogada.

Nos instantes finais, o Bragantino foi pro abafa. Luan Candido quase marcou um golaço de bicicleta, mas a bola passou perto da meta. Mas as chances dos mandantes se esvaiu nos acréscimos após a expulsão de Eduardo Sasha por reclamação. O Atlético também teve Battaglia expulso, mas já não havia mais tempo para nada.

Final: Red Bull Bragantino 1×2 Atlético Mineiro

O Galo agora volta a campo na próxima segunda-feira, quando recebe o Palmeiras. Já o Massa Bruta joga dois dias antes, diante do Juventude novamente em Bragança.

(Foto: Ari Ferreira/RB Bragantino)