20240703 005335
Futebol Copa América

Brasil joga mal e apenas empata com a Colômbia

Em uma tarde pouco inspirada no Levi’s Stadium, em Santa Clara, a seleção brasileira empatou com a Colômbia por 1 a 1 e garantiu a classificação para as quartas de final da Copa América, terminando em segundo lugar no Grupo D. O gol brasileiro foi marcado por Raphinha no início do primeiro tempo, enquanto Muñoz empatou para a Colômbia nos acréscimos da mesma etapa, assegurando a liderança do grupo para os colombianos.

A partida foi marcada por polêmicas, incluindo uma possível penalidade não marcada em cima de Vinicius Júnior no primeiro tempo, o que gerou reclamações dos brasileiros. Além disso, Vinicius Júnior recebeu um cartão amarelo e está fora da próxima fase.

O próximo desafio do Brasil na Copa América será contra o Uruguai, neste sábado às 22h (horário de Brasília), em Las Vegas. Já a Colômbia enfrentará o Panamá, também no sábado, às 19h, em Glendale.

Jogo equilibrado 

O confronto começou de forma intensa e sob um calor escaldante em Santa Clara. Aos sete minutos, James Rodríguez quase abriu o placar para a Colômbia com uma cobrança de falta que resvalou no travessão. A seleção respondeu rapidamente e, aos nove minutos, Raphinha lançou Bruno Guimarães, que teve seu chute defendido por Vargas.

Aos 11 minutos, Raphinha abriu o marcador com uma cobrança de falta precisa, colocando a bola no ângulo, sem chances para o goleiro Vargas. A Colômbia chegou a empatar aos 18 minutos, mas o gol de Sánchez foi anulado por impedimento.

Os colombianos continuaram a pressionar, e aos 33 minutos, James Rodríguez surpreendeu com uma cobrança de falta direta que Alisson defendeu. No escanteio resultante, Richard Ríos tentou a finalização, mas o goleiro brasileiro fez nova defesa.

O Brasil reclamou de um pênalti não marcado aos 42 minutos, quando Vinicius Júnior foi derrubado por Muñoz. O árbitro não marcou a penalidade e o VAR não interveio, apesar da análise de dois minutos. Pouco depois, aos 47 minutos, Muñoz empatou para a Colômbia após uma boa jogada de Córdoba.

Brasil pouco inspirado no segundo tempo 

No segundo tempo, o jogo permaneceu equilibrado. O Brasil teve dificuldade em controlar o meio-campo, mas conseguiu criar chances pelas laterais, especialmente com Vini Jr, Rodrygo e Raphinha. Aos 13 minutos, Raphinha quase marcou novamente em uma cobrança de falta que passou muito perto da trave.

A Colômbia dominou a posse de bola, mas teve dificuldades para criar chances claras de gol. Aos 38 minutos, Luis Díaz teve uma grande oportunidade, cruzando para Borré, que, livre de marcação, mandou a bola por cima do gol.

A seleção, precisando da vitória, não conseguiu reagir e acabou ficando com o segundo lugar do Grupo D, enquanto a Colômbia terminou na liderança.

FT: Brasil 1-1 Colômbia