01b98f4b c4d6 46d1 b4c2 55668013cf96
Lutas UFC

Conor McGregor revela lesão que o tirou do UFC 303 e garante retorno ao octógono

Conor McGregor finalmente revelou a lesão que o forçou a desistir de seu retorno programado contra Michael Chandler no UFC 303. O superastro irlandês voltaria após uma ausência de três anos, depois que quebrou a perna em sua luta contra Dustin Poirier em 2021.

Infelizmente para McGregor, desta vez ele quebrou um dedo do pé, fato que o impediu de competir . Ele afirmou que definitivamente planeja lutar novamente, embora não garanta que Chandler continue sendo seu oponente.

“Cara, estávamos super prontos para essa luta, é absolutamente doloroso”, escreveu McGregor no Instagram. “Eu quero aquele novo Bugatti! Como fui me justificar conseguindo isso agora sem bancar essas brigas. Tivemos um lapso de concentração e iniciamos uma sessão de treinamento sem usar todo o equipamento de proteção e eu bati o dedo do pé no cotovelo (do sparring) e quebrei o dedo do pé.”, seguiu.

“(A recuperação) Precisa de algumas semanas, é isso. Não poderia justificar ao meu time, nem aos torcedores, que voltei a dificultar a caminhada. Essa caminhada foi vista.”, explicou.

“Esta próxima caminhada tem que ser, e será, 100% Conor McGregor. Os torcedores merecem e estamos chegando perto. Um ligeiro lapso de concentração e o incômodo de uma lesão foram detectados. É isso. Aprenda a lição e siga em frente. Eu vou recuperar isso. Eu preciso. Ainda tenho duas lutas no meu contrato. Tenho Bugattis e mais iates em mente. Estou vindo para brilhar. Eu só preciso ir com calma. Porque ainda tenho iates, Bentleys, mansões e todo o resto. Você conhece a si mesmo. Mas, você me entende, eu voltarei. Até breve. Vejo você no topo. (Contra) Chandler ou não.”, concluiu.

Conor McGregor disparou contra Chael Sonnen
Conor McGregor disparou contra Chael Sonnen

Conor McGregor respondeu Chael Sonnen

Conor McGregor também postou uma foto de seu dedo do pé lesionado no Twitter enquanto atirava no futuro membro do Hall da Fama do UFC, Chael Sonnen, que inicialmente alegou que McGregor caiu fora da luta porque foi para a reabilitação.

“Chael cala a boca, vadia”, escreveu McGregor em um tweet excluído. “Você desiste no ground and pound.”, continuou.

Rumores sobre uma possível desistência de Conor McGregor do UFC 303 surgiram depois que uma coletiva de imprensa pré-luta, marcada para 2 de junho, na Irlanda, foi repentinamente cancelada poucas horas antes do evento acontecer. Isso imediatamente levou à especulação de que o retorno de McGregor estava em perigo.

Ao que tudo indica, o ex-campeão de duas divisões do UFC tentou fazer todo o possível para ainda competir no UFC 303, mas acabou sucumbindo à lesão, o que obrigou a promoção a mudar os planos para o card de 29 de junho.

Chandler, que não luta desde novembro de 2022, enquanto aguardava a chance de enfrentar McGregor, também desistiu do card. Ele permanece firme ao dizer que quer esperar por essa luta em vez de enfrentar um oponente diferente.

McGregor não parece tão decidido no que diz respeito ao confronto com Chandler, pois parece focado em apenas voltar ao octógono para lutar novamente após sua longa dispensa.

Com o duelo entre McGregor e Chandler cancelado, o UFC 303 agora é encabeçado pelo campeão meio-pesado Alex Pereira – que na verdade está se recuperando de um dedo do pé quebrado – enquanto enfrenta Jiri Prochazka, em uma revanche, para encerrar a “International Fight Week” de 2024.