endrick brasil méxico
Futebol Seleção Brasileira

Endrick brilha novamente e Brasil vence México em amistoso

Neste sábado (08), o Brasil chegou a abrir 2×0 e permitiu o empate ao México nos acréscimos. Mas a estrela de Endrick mais uma vez brilhou para, no último minuto, garantir a vitória da seleção brasileira em partida amistosa no gigante estádio Kyle Field, no Texas, com capacidade para mais de 102 mil pessoas e que teve pouco mais de 85 mil presentes nesta noite. Foi ainda o terceiro jogo consecutivo onde Endrick balança as redes pela Seleção.

Brasil marca cedo em primeiro tempo tranquilo

Diante de um adversário historicamente indigesto, o Brasil tomou as rédeas desde os primeiros minutos e, depois de Martinelli quase marcar, Andreas Pereira inaugurou a contagem logo aos 5 minutos. Em boa jogada de Savinho, que avançou pelo meio, o meia ex-Flamengo passou por dois marcadores antes de bater rasteiro no canto direito do goleiro González.

O gol deu mais confiança ao time brasileiro, que assustava em rápidas transições ao ataque com Martinelli e Savinho. Do outro lado, Alisson, que usou a camisa 110 em alusão ao aniversário da CBF, era mero figurante em campo até os 21 minutos, quanto Arteaga exigiu boa defesa no mergulho em chute rasteiro da entrada da área.

No único susto real que o Brasil sofreu, um vacilo na saída de bola deixou ela nos pés de Giménez, mas o jogador mexicano também parou no goleiro brasileiro, que cedeu o escanteio aos 42.

México reage, mas Endrick decide

Na etapa final, o México melhorou em campo e conseguiu responder ao início intenso do Brasil. Apesar disso, foi a canarinho quem balançou as redes aos 7 minutos, em nova jogada de velocidade pela direita onde Yan Couto achou Martinelli na pequena área, que apenas completou pro gol vazio para deixar 2×0 no placar.

Mas La Tri não se abateu e passou a fazer marcação alta, forçado chutões da zaga brasileira. E foi na base da pressão que o México descontou aos 28, em lance onde Paquetá perdeu a bola para Vega, que avançou e cruzou na medida para Quiñones, à queima-roupa, mandar pro fundo da meta.

O Brasil tentou uma resposta pouco depois. Em boa jogada de Endrick, que entrara em campo aos 16 e levara perigo logo em seu primeiro toque na bola, passou para Vinícius Junior, e seu futuro parceiro de Real Madrid mandou rasteiro para defesa de González. No ataque seguinte, o próprio Endrick quase fez em chute que passou rente ao poste direito.

Mas, quem não faz, leva. Aos 46 minutos, Martínez aproveitou o escanteio e cabeceou para defesa espetacular de Alisson e, no rebote, Martínez ficou com a sobra e não desperdiçou. Quando o empate parecia certo, Endrick se mostrou ser predestinado ao receber a bola alçada de Vinícius Junior e desviar de cabeça pro canto direito do gol e, contando com uma resvalada no travessão, garantir a grande vitória brasileira.

Final: México 2×3 Brasil

A Canarinho volta a campo na próxima quarta-feira para o último amistoso antes da Copa América, diante dos Estados Unidos em Orlando.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *