Manuel da Lupa, ex-presidente da Portuguesa.
Futebol Brasileirão

Ex-presidente da Portuguesa, Manuel da Lupa, morre aos 74 anos em São Paulo

O empresário e ex-presidente da Portuguesa, Manuel da Conceição Ferreira, conhecido como Manuel da Lupa, morreu na noite da última quinta-feira (29), aos 74 anos de idade, segundo informações oficiais da assessoria da Lusa. O mandatário comandou o clube paulistano durante o período de 2005 e 2013, tendo vivido a ascensão e a queda da equipe nos gramados e financeiramente.

A causa do falecimento de ‘Da Lupa’, como era conhecido, não foi divulgada até o momento. Durante oito anos como executivo da Portuguesa de Desportos, viveu o auge e a derrocada da Lusa a partir dos anos 2010, sendo lembrado por tais fases da equipe, hoje brigando simultaneamente por classificação para as quartas de final do Paulistão, e contra o rebaixamento à Série A2 do estadual.

A ascensão e queda da Portuguesa sob Manuel da Lupa

Como dirigente da equipe entre 2005 e 2013, na década de 2010, Manuel esteve no título brasileiro da Lusa na Série B de 2011, onde o time do técnico Jorginho, ascendeu ao Brasileirão de 2012 com 81 pontos, conquistando 23 vitórias, 12 empates, e apenas 3 derrotas. O futebol apresentado levou o clube a ser conhecido na época como “Barcelusa”, ao ser comparado com o super Barcelona de Pep Guardiola, com jogadores como Lionel Messi, Xavi e Iniesta.

Após voltar à elite nacional em 2012, no ano seguinte, segunda temporada da Portuguesa no Brasileirão de pontos corridos, a equipe é rebaixada após constatação de irregularidade na escalação do meia Héverton, em jogo válido pela última rodada do campeonato, contra o Grêmio no estádio do Canindé. O Fluminense, então rebaixado diante do Bahia na ocasião, entrou com ação no STJD e permaneceu na Série A após decisão do judiciário desportivo favorecer a equipe carioca com a perda de 4 pontos pela Lusa, e multa de R$ 1 mil pela escalação irregular.

Nesse período do descenso que culminou na crise de 11 anos, Manuel da Lupa chegou a ser expulso do quadro de conselheiros com 65 votos a favor, e 4 contra, ao ser acusado de estar ciente da suspensão de Héverton, e não ter avisado o técnico do time, Guto Ferreira, de que o meia não poderia atuar contra os gaúchos em casa. O empresário levou a expulsão para a justiça, e conseguiu revertê-la mediante recurso.

De lá para cá, a Portuguesa enfrenta uma fase turbulenta de reconstrução, pois acabou sendo rebaixada para a Série D em 2016 e vem de idas e vindas entre as séries A1 e A2 do Paulistão. Na atual temporada, o time não disputa a quarta divisão nacional, e no paulista, está em segundo lugar no grupo A com sete pontos, enfrentando o Mirassol no próximo sábado (02), às 18h30 no Canindé.

Em nota divulgada à imprensa por meio de seu site, a Portuguesa se manifestou sobre a perda do ex-dirigente:

“A  Associação Portuguesa de Desportos informa que no dia de hoje (29/02) faleceu seu ex-presidente Manuel da Conceição Ferreira, aos 74 anos de idade. Manuel da Lupa, como era conhecido, era empresário e foi presidente da Lusa por três gestões, nos anos de 2005 à 2013. Ex-conselheiro do clube e ex-membro do COF, Manuel da Lupa foi o presidente que dirigiu a equipe campeã brasileira da Série B em 2011. À família e aos amigos os nossos sentimentos neste momento de dor e pesar.”  

Foto: Reprodução/Redes Sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *