Esteban Ocon, Alpine
Automobilismo Fórmula 1

Chefe da Alpine dispara contra Ocon apos incidente com Gasly em Monaco

O início do Grande Prêmio de Monaco, realizado na manhã deste domingo (26), foi agitado diante das circunstâncias que interromperam a disputa ainda nas primeiras voltas, envolvendo sobretudo a Alpine e Esteban Ocon. Além do incidente de Sergio Perez com Kevin Magnussen e Nico Hulkenberg, foi registrado um novo imprevisto, agora entre os dois pilotos da equipe francesa, Ocon, e seu colega Pierre Gasly, que se chocaram na entrada do túnel já com a corrida sob bandeira vermelha, levando à ira o chefe da escuderia.

Após o incidente, Ocon teve que abandonar a prova na colisão com o seu companheiro de equipe, e foi apontado como culpado pelos comissários da Fórmula 1, que deram uma punição a ele de 10 segundos na prova. Por não ter continuado na corrida, a punição do francês foi convertida em cinco posições no grid da próxima prova do calendário, a ser disputada no circuito Gilles Villeneuve no Canadá.

GP de Monaco, batida entre Ocon e Gasly
Batida de Ocon e Gasly durante o GP de Monaco — Foto: Reprodução/F1

Além da punição dada pelos comissários na próxima etapa, Esteban Ocon foi muito criticado pelo chefe da Alpine Bruno Famin em entrevista após a prova, e demonstrou não ter gostado nada da atitude do piloto no incidente.

O ataque de Esteban foi completamente fora das circunstâncias, e era exatamente isso que não queríamos ver. Vamos avaliar as consequências e decidir imediatamente. Na curva Portier não era local de se tentar um ataque, não deixando espaço para o seu companheiro”.

— argumentou o dirigente que entrou no time no lugar de Otmar Szafnauer no meio da temporada de 2023 na equipe Alpine.

Bruno Famin
Bruno Famin, chefe da equipe Alpine — Foto: Qian Jun/MB Media/Getty Images

Esteban Ocon se desculpa nas redes sociais

Horas depois do GP de Monaco, o piloto Esteban Ocon se posicionou sobre o incidente da prova deste domingo, assumindo sua culpa na batida na primeira volta da corrida e se desculpando com o seu companheiro, Pierre Gasly, e com a sua equipe, a Alpine.

O incidente de hoje foi culpa minha, a diferença foi muito pequena no final da prova e peço desculpas a equipe pelo ocorrido. Esperava uma situação de pontuação na corrida de hoje para a equipe.”

— postou Ocon horas depois em uma publicação em seu perfil no X.

A dupla de franceses da Alpine agora volta suas atenções para o próximo Grande Prêmio, a ser realizado no próximo dia 9 no Canadá. Enquanto Esteban Ocon está na décima sexta colocação do campeonato de pilotos, Pierre Gasly vem na sequência, em décimo oitavo lugar. No campeonato de construtores, a Alpine é a penúltima colocada entre as 10 escuderias em disputa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *