Power Ranking GP do Canadá
Automobilismo Fórmula 1

Fórmula 1: Horner rebate indireta de Mercedes sobre queda da Red Bull: “Nós conseguimos bater eles com um carro melhor”

O chefe da Red Bull, Christian Horner, rebateu uma declaração recente de James Allison, da Mercedes, de que a equipe austríaca vivia um momento de queda na temporada da Fórmula 1 após os novos pacotes de atualizações. Durante o fim de semana em Montreal, o diretor técnico da Mercedes sugeriu que a Red Bull teria tornado o carro atual, o RB20, mais lento com as atualizações recentes no carro deste ano:

”Parece que a atualização deles fez o carro piorar. Então dedos cruzados para que isso realmente atrapalhe eles. Isso [ter uma atualização que não funciona] torna a vida mais difícil, porque, no momento em que deixa de confiar em seu equipamento você precisar dar um passo atras e perde muito tempo. O tempo é o seu maior amigo, enquanto perder tempo é o pior inimigo” – explicou Allison.

 

RESPOSTA A ALTURA DA RED BULL

Após a vitória do último domingo (09) de Max Verstappen, mesmo com a pole de George Russell, o chefe da Red Bull aproveitou para brincar com a fala de Allison:

”Mesmo com a queda do nosso carro, nós conseguimos bater eles com um carro melhor. Foi uma corrida recompensante pra vencer” disparou Horner após a prova.

O triunfo de Max em Montreal veio em um fim de semana no qual todos esperavam a Red Bull estar fragilizada devido as deficiências do carro nas zebras. Então, tirar mais uma vitória que, como a de Imola, poderia ter ido para outro carro, deixa Horner animado para as próximas etapas, que devem minimizar as falhas do RB20:

”As últimas corridas foram difíceis para nós, mas ainda conseguimos vencer duas das últimas três provas. Fizemos uma pole em Imola, conseguimos fazer o mesmo tempo da pole aqui com um carro que ambos os pilotos estavam reclamando. Então há muito tempo para focar para vermos onde é possível melhorar”

”Sabemos que teremos provas onde os mesmos problemas podem ser um fator. Mas estamos esperando Ferrari, McLaren e Mercedes, que esteve muito próximo neste fim de semana, serem competitivas em todos os circuitos”.

”Então, tendo vencido seis de nove provas vamos ter que dar o nosso melhor para mantermos a diferença”.

 

MUITO CEDO PARA DEFINIR A MERCEDES COMO RIVAL

Mesmo com a Mercedes sendo uma ameaça na etapa do Canadá, Horner sente que é cedo demais para sugerir que a equipe alemã esteja em reais condições de igualdade com o time austríaco:

”A Mercedes sempre se deu bem em circuitos como o desta etapa e não há curvas de alta velocidade aqui. Então, com as mudanças no asfalto, eles estavam num nível para nos desafiar em igualdade. Então vamos ver nas próximas corridas se é real ou foi só uma etapa atípica”

(Foto: Mark Sutton / Motorsport Images)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *