Felipe Nottingham Forest
Futebol Premier League

Felipe, ex-Corinthians, se prepara para última partida da carreira neste domingo, pela Premier League

No próximo domingo (19), encerrando a temporada da Premier League, o zagueiro Felipe, ex-jogador do Corinthians e da seleção brasileira, terá seu último jogo profissional diante do Burnley. Aos 35 anos, ele se prepara para a aposentadoria após uma carreira marcada por conquistas e contribuições notáveis para o futebol.

Em março deste ano, o zagueiro anunciou sua decisão de encerrar a carreira ao final da temporada 2023/24. Mesmo após receber propostas e sondagens de diversos clubes, Felipe optou por priorizar o tempo com a família, traçando seus planos futuros com tranquilidade e serenidade. Em entrevista para o portal GE, o jogador afirmou estar feliz com a decisão e preparado para os próximos passos.

“Como não aconteceu, a gente sempre acha que está preparado. Mas eu acho que no momento é que vamos ver, quando chegar o último dia. Não sei qual vai ser a reação, mas meus planos futuros já estão todos muito traçados. E só tenho mesmo a agradecer, foi uma carreira bastante grandiosa. Cabeça bastante tranquila, graças a Deus”, contou Felipe.

Gratidão de Felipe pela jornada

Felipe demonstrou uma gratidão sincera pelo apoio constante que recebeu ao longo de sua carreira profissional. Ele reconhece de forma enfática o papel crucial dos torcedores, especialmente os do Corinthians, que foram fundamentais para impulsioná-lo em sua jornada no futebol europeu. Durante sua passagem por clubes como Porto, Atlético de Madrid e Nottingham Forest, o apoio e a energia dos torcedores foram uma fonte de inspiração constante para ele.

O zagueiro ressaltou: “O que eu tenho a dizer é só um agradecimento mesmo. A todos que passaram pela minha trajetória. Aos que elogiam e aos críticos também, que fizeram me formar bastante. Acho que foi uma trajetória bonita. Procurei trabalhar ao meu máximo, me dedicar ao ponto de chegar ao pico. E o torcedor corintiano acho que foi a diferença, um empurrão, uma alavanca gigantesca que eu tive para passar o meu processo na Europa. Só agradecimento a eles e a meus fãs também em Portugal, Espanha e Inglaterra. Tenho uma consideração gigante e vou estar acompanhando onde eu estiver.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *