flamengo corinthians
Futebol Brasileirão

Flamengo x Corinthians: Uma história de rivalidade e reviravoltas

Neste sábado (11), no Maracanã, Flamengo e Corinthians fazem mais um duelo pelo chamado “Clássico das Multidões”, que reúne os dois clubes mais populares do país.

Nos últimos anos, o confronto tem sido dominado pelos cariocas. Porém, se olharmos para trás, o panorama era bem diferente. De 2009 (ano em que o clube paulista retornou à série A após o traumático rebaixamento de 2007), até 2017 (ano do último título nacional conquistado pelo alvinegro), foram disputados um total de 20 jogos entre as duas equipes.

Nesse período, o Corinthians saiu vitorioso em 10 desses confrontos (50%), enquanto o Flamengo venceu 6 vezes (30%) e os outros 4 jogos terminaram em empate.

Apesar da supremacia dos paulistas durante esse período, os torcedores flamenguistas guardam com carinho a memória da classificação para as quartas de final da Libertadores de 2009, destacando especialmente a eliminação do alvinegro em pleno Pacaembu. Naquele ano, o Corinthians, recém-promovido para a série A, anunciou em janeiro a contratação de Ronaldo, um dos maiores atacantes da história do futebol.

O anúncio gerou polêmica já que Ronaldo estava treinando nas dependências do Ninho do Urubu algumas semanas antes, levando a imprensa a especular que ele jogaria pelo rubro-negro. A contratação do atacante foi considerada um “chapéu” pelos paulistas. R9 era tido como peça central daquele time com o objetivo de conquistar a Libertadores, mas os planos foram por água abaixo após o clube ser eliminado pelo Flamengo.

2012: O ano chave

eduardo bandeira de mello flamengo
Foto: Fernando Azevedo/FlaImagem

Em 2012, época em que o Timão tinha ampla vantagem nos confrontos contra o Mengão, o clube paulista estava literalmente no topo do mundo, com as conquistas da Libertadores e do mundial de clubes daquele ano, o Corinthians ainda continuaria em altas nos anos seguintes, conquistando duas vezes o Brasileiro, em 2015 e 2017.

No lado Rubro-Negro, 2012 também foi um ano importante. O clube enfrentava uma situação financeira delicada, com dívidas acumuladas e uma crise política nos bastidores. Muitos duvidavam da capacidade do Flamengo de se recuperar financeiramente e voltar a ser competitivo.

No entanto, em 03 de dezembro, Eduardo Bandeira de Mello foi eleito presidente do clube. Sua gestão foi marcada pela implementação de medidas de austeridade financeira, que permitiram ao Flamengo reencontrar o caminho do sucesso.

Embora tenha conquistado apenas o título da Copa do Brasil de 2014 durante sua gestão, Bandeira de Melo se tornou um exemplo de sucesso na administração esportiva e ainda é mencionado em debates sobre gestão de clubes esportivos.

De 2018 até 2023, foram registrados 20 confrontos entre as duas equipes, nos quais o Flamengo saiu vitorioso em 12 dessas partidas (60%), enquanto o Corinthians obteve apenas 03 vitórias (15%).

No entanto, a superioridade do Mengão vai além dos números. Nesse mesmo período, o Rubro-Negro eliminou o Timão nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2020 e nas quartas de final da Libertadores de 2022. Além disso, também em 2022, o clube carioca foi campeão da Copa do Brasil justamente após superar os paulistas na grande final.

O atual panorama dos dois clubes mostra uma inversão de papéis. Se em 2012 o Flamengo enfrentava problemas financeiros e contava com um elenco mais modesto, agora é o Corinthians que vive essa situação.

Com uma dívida estimada em cerca de 2,1 bilhões, o Timão não conseguiu reproduzir o sucesso da década passada e tem enfrentado uma série de desafios nos últimos anos. Eliminações precoces, campanhas aquém do esperado e episódios vexatórios têm marcado a trajetória recente do clube paulista.

Polêmicas recentes

vitor pereira corinthians flamengo
Foto: Rodrigo Coca/SC Corinthians Paulista

Atualmente, as relações entre as duas equipes não são nada amigáveis e muitos acreditam que essa relação azedada entre as diretorias teve início no fatídico ano de 2022. Naquela temporada, apesar das dificuldades, o Corinthians chegou à final da Copa do Brasil com o técnico português Vitor Pereira.

O treinador foi amplamente reconhecido como o grande responsável pelo feito, porém, enfrentava um problema crucial: seu contrato com o Timão expirava ao final daquele ano.

Em 13 de novembro, o então presidente, Duílio Monteiro Alves, comunicou à imprensa que o treinador optou por não renovar com o clube, alegando problemas familiares, especialmente relacionados à saúde de sua sogra, que estava doente. Vitor Pereira expressou o desejo de estar ao lado de sua família em Portugal durante aquele momento delicado.

Exatamente um mês depois, o português foi anunciado como o novo treinador do Flamengo para a temporada de 2023, gerando um clima de raiva e revolta no lado corintiano. No dia seguinte ao anúncio feito pelo Rubro-negro, Duílio convocou uma entrevista coletiva e visivelmente irritado disparou:

“O que tenho para falar sobre ele é isso. Corinthians é muito maior que todos nós. Segue sua vida como sempre seguiu. O que tenho para falar dessa situação é passado. Caráter das pessoas a gente não comanda”, disse o então mandatário.

A polêmica entre os dois times não terminou por aí. Em 2023, após demitir seu segundo treinador na temporada, o Flamengo tinha como objetivo para comandar seu plantel o técnico Tite, que havia acabado de deixar o cargo de treinador da seleção brasileira.

Vale ressaltar que, naquela época, Adenor já havia sido procurado pelo Corinthians duas vezes. A primeira vez foi ainda no primeiro semestre daquele ano, após a demissão de Fernando Lázaro. No segundo semestre, o clube voltou a sondar o ex-treinador, que recusou o convite para retornar ao clube.

Tite é indiscutivelmente um dos maiores técnicos da história do alvinegro. Em suas três passagens pelo clube, o treinador conquistou dois Campeonatos Brasileiros (2011 e 2015), a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes em 2012, além da Recopa Sul-Americana e do Paulistão em 2013.

O sucesso do treinador no Corinthians foi o grande trampolim para sua entrada na seleção brasileira, em 2016. Desde então, sempre houve especulações sobre um possível retorno do técnico para o clube.

Porém, ainda em 2022, após anunciar sua saída da Seleção após a Copa daquele ano, Tite afirmou em entrevista para o Flow Sport Clube que não treinaria nenhuma equipe brasileira em seu ciclo pós-Copa do Mundo.

“Toda equipe brasileira que pensar no Tite como técnico [em 2023], ele não vai treinar. Pode escrever onde quiser, me chamem de mentiroso, do que quiser. Não vai ter [Tite em 2023]. É um ano que preciso ver meu irmão, minha irmã, meus sogros.”, disse o técnico em entrevista

No dia 09 de outubro de 2023, o Flamengo anunciou Tite como novo técnico da equipe, apenas dois dias depois do clube ter enfrentado o Corinthians em São Paulo pelo Brasileirão.

Na época, especulou-se que o técnico não queria que sua estreia como treinador do Flamengo fosse contra o Corinthians, clube no qual ele é considerado ídolo. O rubro-negro pareceu compreender a situação e optou por fazer o anúncio do treinador após a partida.

Momento de Flamengo e Corinthians

Com atuações abaixo do esperado nos últimos jogos, os jogadores rubro-negros chegam ao Maracanã abalados. Tite, que vinha apresentando um trabalho sólido e equilibrado, agora enfrenta pressão por melhores desempenhos e resultados. O técnico precisa de uma vitória em casa para acalmar os ânimos da torcida e ganhar mais tranquilidade no clube.

Além disso, o técnico do rubro-negro terá que lidar com desfalques importantes em campo. Pulgar está com uma entorse no tornozelo esquerdo, enquanto Bruno Henrique enfrenta problemas no pé canhoto, deixando ambos de fora do jogo.

No entanto, a boa notícia é que De Arrascaeta, recuperado de uma lesão na coxa direita, deve ser relacionado para a partida e tem chances de iniciar como titular.

O Timão teve um início complicado no Brasileirão, porém, os jogadores alvinegros conquistaram três vitórias nos últimos quatro jogos, chegando embalados para o confronto deste fim de semana. Após ausências no último jogo contra o Nacional-PAR, Garro e Fausto Vera estão de volta e foram relacionados para a partida.

Antônio Oliveira terá apenas um desfalque para o duelo no Maracanã. Raniele está suspenso após receber o terceiro cartão amarelo e não viaja com a equipe para o Rio de Janeiro. Assim, Garro, Breno Bidon e Fausto Vera devem formar o trio no meio-campo e iniciar como titulares.

Em meio às expectativas elevadas e histórias que reverberam, o embate entre Flamengo e Corinthians promete ser uma das atrações mais cativantes desta rodada do Brasileirão. A alcunha de “clássico das multidões” não é mero exagero, afinal, ambos os clubes ostentam as maiores torcidas do país e uma rivalidade enraizada em décadas de confrontos épicos.

Neste sábado (11), no Maracanã, os olhos do país estarão voltados para mais um capítulo dessa rica história. Tite e seus comandados enfrentam um momento delicado, enquanto o Corinthians busca consolidar sua recuperação no campeonato.

Com ingredientes como rivalidade, tradição, torcida e emoção em jogo, podemos esperar um espetáculo de tirar o fôlego.

(Foto: Getty Images)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *