Fortaleza lesão
Futebol Brasileirão

Fortaleza tem dois jogos adiados pela CBF após atentado

A CBF confirmou nesta segunda-feira (26) que adiou as duas próximas partidas do Fortaleza por conta do atentado sofrido diante do Sport. As partidas adiadas seriam válidas pela Copa do Brasil neste meio de semana e pela Copa do Nordeste no próximo final de semana, torneio que o clube está cogitando abandonar.

O primeiro jogo adiado estava marcado para esta quinta-feira, dia 29 de fevereiro, diante do Fluminense-PI, válido pela primeira fase da Copa do Brasil. Este jogo agora será realizado no dia 3 de março, no horário das 18h30 pelo horário de Brasília, no Estádio Lindolfo. Cabe relembrar que uma derrota simples por qualquer placar elimina o Fortaleza da competição.

O segundo jogo que foi adiado pela CBF consiste na sequência da Copa do Nordeste, mas a partida sofreu uma alteração mínima por falta de datas do regional. O duelo fora de casa diante do Botafogo-PB deixou o dia 5 de março e foi para o dia 6 de março, a partir das 19h pelo horário de Brasília, no Almeidão.

Jogadores atingidos seguem recebendo cuidados médicos

Cabe relembrar que seis atletas do Fortaleza foram atingidos no atentado sofrido pelo ônibus da delegação na saída da Arena Pernambuco, em jogo disputado na última quarta-feira. O lateral direito Dudu, os zagueiros Titi e Brítez, o volante Lucas Sasha, o lateral esquerdo Gonzalo Escobar e o goleiro João Ricardo, foram encaminhados para o hospital.

O caso mais grave de todos consistiu no lateral-esquerdo Gonzalo Escobar, atingindo pelos fragmentos. O atleta sofreu um trauma cranioencefálico (TCE) e ainda não possui previsão de retorno aos gramados. Enquanto isso, os demais jogadores seguem com acompanhamento especial do departamento médico

Sport fez homenagem para o Fortaleza

Durante o final de semana, jogadores do Sport entraram em campo com o uniforme do Fortaleza para condenar o ataque ocorrido na última quarta-feira. O Sport foi derrotado por 1 a 0 pelo Náutico, em clássico válido pelo Campeonato Pernambucano.

Imagem: Divulgação / Fortaleza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *