Manchester City Fulham
Futebol Premier League

Manchester City goleia Fulham e retoma liderança da Premier League

Neste sábado (11), a abertura da 37ª rodada da Premier League ficou marcada pela goleada do Manchester City diante do Fulham por 3 a 0. O jogo disputado no Craven Cottage coloca uma enorme pressão para cima do Arsenal (83), que precisará vencer o clássico diante do Manchester United para ultrapassar novamente o Manchester City (85) na tabela.

Caso os Gunners sejam derrotados ou empatem neste domingo, os comandados de Pep Guardiola poderão levantar a taça na próxima quarta-feira, quando enfrentam o Tottenham em jogo atrasado na Premier League, abrindo mais do que quatro pontos de vantagem na tabela de classificação.

Manchester City dominante do início ao fim

Pep Guardiola mais uma vez pôde contar com a força máxima de seu elenco sem nenhum jogador lesionado ou suspenso, um diferencial nesta reta final da temporada. Enquanto isso, o Fulham apostou tudo no brasileiro Willian, o ex-Corinthians que vive boa fase na Inglaterra e reencontrou com o seu bom futebol.

No entanto, o Manchester City novamente foi absolutamente dominante diante de seu adversário durante todo o primeiro tempo, pressionando desde o início e sem nenhum erro cometido. Com 67% de posse de bola circulando a bola no campo ofensivo, os Citzens rapidamente conseguiram abrir o placar.

Aos 13′, em excelente trama coletiva, Gvardiol recebeu aberto pela esquerda e deixou Castagne para trás antes de tabelar com De Bruyne e cortar Dipo para bater no contrapé de Leno e marcar um belo gol. Na sequência, De Bruyne apertou saída de bola e roubou cruzando para Bernardo achar Haaland, mas o artilheiro mandou por cima da trave.

Na reta final do primeiro tempo, o Fulham teve a sua única chance de gol. Andreas Pereira (ex-Flamengo) achou Rodrigo Muniz nas costas de Rúben Díaz, mas o marcador do City conseguiu se recuperar. Antes do intervalo, Kevin de Bruyne cobrou escanteio curto e Foden cruzou na segunda trave para achar Akanji livre, que desperdiçou e chutou para fora.

Fulham esboçou reação, mas sofreu goleada

O Fulham fez alterações no intervalo com as entradas de Tom Cairney e Adama Traoré (no lugar do brasileiro Willian), mas o Fulham permaneceu com sua estratégia de ficar recuado no campo defensivo esperando chances nos contragolpes. Aos 8′, De Bruyne avançou pelo meio e tabelou com Haaland, que abriu na medida para Bernardo Silva, mas Leno fez ótima defesa.

Os mandantes quase marcaram aos 12′ depois que Traoré avançou com liberdade pela direita e cruzou rasteiro para Muniz, que tentou surpreender Ederson com um gol de letra, mas o goleiro brasileiro fez ótima defesa e o Manchester City aproveitou para encaminhar a vitória.

Aos 14′, Bernardo Silva avançou com espaço pela direita e chegou em cima da linha da área sofrendo desarme, mas a bola sobrou na media para Phil Foden chuta rapidamente e vencer o goleiro adversário mesmo com um chute fraco.

Para transformar a vitória em goleada, Bernardo recebeu na entrada da área e cruzou na segunda trave aos 26′, onde Gvardionl surgiu de carrinho e desviou para deixar novamente a sua marca para definir mais um triunfo dos favoritos à conquista da Premier League.

Ainda houve tempo para ampliar a vantagem nos acréscimos, pois Diop chegou atrasado em Álvarez dentro da área e marcou pênalti, sendo expulso após receber o segundo cartão amarelo. Julian Álvarez pegou a bola (evitando o hat-trick de Gvardiol) e bateu firme no lado esquerdo, deslocando o goleiro Leon e fechando a vitória do Manchester City.

Fulham 0-4 Manchester City

Imagem: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *