Alex Poatan
Lutas UFC

Jamahal Hill critica Alex Poatan por comemoração após vitória no UFC 300

A celebração pós-luta do campeão dos pesos meio-pesados do UFC, Alex “Poatan” Pereira, no UFC 300 continua sendo falada, especialmente pelo o ex-campeão Jamahal Hill. Poatan manteve seu título com um nocaute no primeiro round sobre Hill em abril, mas foi sua celebração sobre Hill que causou a reação. O brasileiro adotou a “Khaby Lame”, apontando para o adversário nocauteado no chão, para comemorar a vitória.

Quase dois meses após a luta, Hill abordou o controverso fim da luta no Instagram. A conclusão da luta foi marcada por um breve momento de confusão quando o árbitro Herb Dean tentou pausar um confronto após um golpe baixo de Hill. Poatan dispensou o árbitro e nocauteou Hill imediatamente depois. O jamaicano expressou sua frustração, destacando seu respeito pelos oponentes em lutas anteriores e criticando as ações do atual campeão como antidesportivas.

“Eu ainda não falei sobre isso, mas fui ao Brasil e dei uma surra no seu cara (Glover Teixeira) em uma das derrotas mais unilaterais da história dos campeonatos e depois mostrei nada além de respeito e o homenageei. Eu nunca celebrei sobre um oponente que derrotei e até mesmo critiquei meus fãs por desrespeitarem Johnny Walker depois que o coloquei para formir.

Mas porque mostrei fogo competitivo e estava empolgado para voltar após uma lesão que poderia ter acabado com minha carreira, vocês acham que isso foi engraçado ou legal. Alex Pereira, você realmente acertou um golpe que não conseguiria sem um momento estranho e confuso, mas está tudo bem porque você vai lutar comigo de novo e meus olhos não vão sair de você até que você esteja tão duro quanto Izzy (Israel Adesanya) te deixou em Miami,” escreveu Hill.

Os próximos desafios de Poatan e Hill

Enquanto Poatan atualmente está focado em outra possível revanche, desta vez com Jiri Prochazka, a quem nocauteou para conquistar o título vago dos pesos meio-pesados no UFC 295, a tensão persistente com Hill sugere que a rivalidade entre eles está longe de acabar. Quanto a “Sweet Dreams,” ele pretende se voltar ao octógono quando enfrentar Carlos Ulberg no UFC 303.

(Foto: Twitter UFC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *