Igor Coronado Corinthians
Futebol Brasileirão

Igor Coronado fala sobre trajetória em apresentação no Corinthians

O Corinthians apresentou na tarde desta terça-feira (20) o meia Igor Coronado, décimo reforço para a disputa da temporada 2024. O atleta nunca atuou no futebol brasileiro, e por isso foi questionado pela imprensa sobre a trajetória no futebol alternativo em diversas ligas menores do futebol europeu.

Igor Coronado esteve na mira do Corinthians durante todo o mês de janeiro, sendo esta uma das principais apostas da gestão de Augusto Melo para esse início de temporada sob comando de António Oliveira.

“Minha carreira está sendo um pouco inversa. Eu iniciei (minha carreira) fora do Brasil muito novo, meus pais saíram daqui para trabalhar na Inglaterra, eu com doze anos segui com eles. Claro que todo jogador busca o melhor, porém, o início da minha carreira não foi nada fácil. Tive meus altos e baixos e acredito que nos últimos anos eu venho crescendo cada vez mais e chego aqui justamente para justificar o porquê eu fui contratado. Então pés no chão, muito trabalho, não sou uma pessoa de falar muito, mas sou de entregar tudo. Eu vou tentar dar o meu máximo para justificar minha contratação.”

As posições de campo para Igor Coronado desempenhar

Em outro momento da entrevista, Igor Coronado revelou as suas principais características e apontou que possui semelhanças táticas com Rodrigo Garro, mas acabou se colocando à disposição para atuar em diversas posições do terço final.

“A gente tem um futebol parecido (Coronado e Garro), pelo que eu percebi é um jogador que joga no meio-campo, que gosta de ter liberdade de flutuar, e as minhas características são um pouco parecidas. Eu gosto de ter a bola no pé, criar jogadas e estar participando do jogo, isso para mim é fundamental, é a minha maior qualidade.”

“Eu sou um meia ofensivo, porém, hoje eu tive uma palavrinha com o treinador e já expliquei pra ele que se precisar, posso jogar em outras posições do meio para frente. Eu creio que isso seria um problema aqui (jogar fora de posição), mas ele (António Oliveira) já me sinalizou que a ideia dele é de início de me colocar na minha melhor posição, como meia-atacante.”

Corinthians pacificou ambiente

O Corinthians vive um novo momento na temporada com três jogos de invencibilidade sob comando de António Oliveira, treinador português que deixou o Cuiabá para substituir o demitido Mano Menezes.

Imagem: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *