Nicolás Jarry Roma
Tenis Notícias Outros Torneios

Jarry e Zverev vencem e fazem a final do Masters 1000 de Roma

O Masters 1000 de Roma de 2024 será decidido por um campeão e um finalista inédito. Nesta sexta-feira (17), Alexander Zverev e Nicolás Jarry garantiram vagas na final do torneio italiano, que será realizada no próximo domingo (19).

O chileno Alejandro Tabilo, sensação do Masters 1000 de Roma, teve um início de partida avassalador na primeira semifinal desta sexta-feira contra Alexander Zverev, dominando o primeiro set. No entanto, o experiente alemão, duas vezes finalista do torneio, mostrou resiliência e habilidade para se recuperar e virar o jogo, vencendo por 1/6, 7/6 (7-4) e 6/2 após 2h16 de disputa.

Único top 10 ainda na competição, Zverev busca agora o bicampeonato no Foro Italico, onde já foi campeão em 2017 e vice em 2018. Seu adversário na final sairá do confronto entre o chileno Nicolas Jarry e o norte-americano Tommy Paul. Contra Jarry, Zverev tem vantagem no retrospecto com quatro vitórias em seis encontros, estando empatados no saibro. Já contra Paul, o alemão perdeu os dois confrontos anteriores, ambos em quadras duras.

A vitória levou Zverev à sua 11ª final de Masters 1000, igualando o número de finais do compatriota Boris Becker. Ambos estão empatados na sétima colocação na lista de finais de Masters 1000, que é liderada pelo sérvio Novak Djokovic, recordista com 58 decisões, seguido pelo espanhol Rafael Nadal (53), o suíço Roger Federer (50), o norte-americano Andre Agassi (22), o britânico Andy Murray (21) e o norte-americano Pete Sampras (19).

Jarry faz história para o Chile e enfrenta Zverev

Pela primeira vez em 16 anos, o Chile terá um representante na final de um Masters 1000. Nicolas Jarry, de 28 anos, alcançou a final do torneio de Roma, repetindo o feito do compatriota Fernando Gonzalez, que chegou à final do mesmo torneio em 2007. Na semifinal desta sexta-feira, Jarry venceu o norte-americano Tommy Paul, 16º do ranking, por 6/3, 6/7 (3-7) e 6/3, em uma partida que durou 2h45.

Com três títulos de ATP em sua carreira, Jarry disputará a sétima final de sua trajetória e a segunda na temporada. Neste ano, ele já foi vice-campeão em Buenos Aires. O chileno tem a chance de repetir o feito de Marcelo Rios, que foi campeão do torneio em 1998. Na final de domingo, Jarry enfrentará o alemão Alexander Zverev, número 5 do mundo e campeão do torneio em 2017. No histórico de confrontos entre os dois, Zverev lidera por 4 a 2.

Jarry chega à final embalado por uma campanha impressionante, que incluiu a vitória sobre o número 8 do ranking, Stefanos Tsitsipas, nas quartas de final. O chileno busca sua 11ª vitória contra top 10 na carreira e a terceira na temporada. Neste ano, ele já derrotou Carlos Alcaraz em Buenos Aires e Casper Ruud em Miami.

A vaga na final de Roma garante a Jarry um retorno ao top 20, com a 17ª posição no ranking. Em caso de vitória no domingo, ele pode alcançar a 15ª colocação. Já Tommy Paul, com sua campanha em Roma, será o 14º colocado na próxima atualização do ranking. O norte-americano teve um desempenho notável, derrotando dois top 10: Daniil Medvedev nas oitavas de final e Hubert Hurkacz nas quartas de final.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *