john textor botafogo
Futebol Premier League

John Textor negocia venda do Crystal Palace e mira compra do Everton

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira (24), John Textor revelou que está colocando o Crystal Palace a venda. Além disso, o dono da SAF Botafogo disse que está buscando a compra de clubes ingleses alternativos, colocando o Everton (comandada pela 777 Partners, atual dona da SAF Vasco), como principal exemplo.

A Eagle Football, de John Textor, possui uma participação de 45% no Crystal Palace, mas diz que agora procurou a ajuda do banco de investimento Raine para encontrar um investidor adequado para comprar a participação do grupo no clube.

O empresário norte-americano pretende vender depois de não conseguir obter uma participação majoritária no clube em meio a opiniões divergentes sobre o modelo em particular, com a Eagle Football detendo participações majoritárias no Botafogo, no RWD Molenbeek, na Bélgica, e no Lyon, da Ligue 1.

Aspas de John Textor, dono da SAF Botafogo

“Com base na reação inicial ao processo que iniciamos com o Raine Group, é óbvio que o impulso no Crystal Palace não passou despercebido. Sinto-me extremamente confiante de que um bom número de potenciais parceiros aproveitará a oportunidade de fazer parte deste futuro promissor.”

Everton vive dilema com a problemática 777 Partners

Caso esse processo seja concluído a tempo, tentará adquirir outro clube inglês, com Textor dizendo que iniciou discussões preliminares sobre um possível acordo com o Everton. A 777 recebeu até final de maio para concluir um acordo para o clube de Merseyside, depois de concordarem em comprar a participação de 94% do proprietário Farhad Moshiri em setembro.

Na quinta-feira, Moshiri confirmou ao conselho consultivo de torcedores do Everton que recebeu “abordagens não solicitadas de outras partes” (sem citar John Textor) interessadas em comprar o clube, com a oferta da 777 Partners perto de colapsar. O grupo norte-americano vive uma enorme crise principalmente no Vasco, onde perdeu o comando do futebol do clube cruzmaltino para o associativo após ação judicial.

Imagem: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *