Jürgen Klopp
Futebol Premier League

Jürgen Klopp critica uso do VAR e afirma que votaria contra: ‘Não sabem usar’

Em entrevista coletiva, o técnico do Liverpool, Jürgen Klopp fez duras críticas ao uso do VAR na Premier League. Para Jürgen Klopp, “as pessoas não sabem usar” o recurso. A tecnologia foi implementada na elite do futebol inglês há cinco anos atrás, e haverá votação em 6 de junho para decidir se seu uso será continuado ou não.

Jürgen Klopp

Jürgen Klopp acredita que o clube não irá votar contra a arbitragem de vídeo, e sim na maneira como é manuseado, que no seu entendimento, não é a correta.

– Não creio que o clube votará contra o VAR. Vai votar em como é usado porque definitivamente não está certo. Pela maneira que é utilizado, eu votaria contra porque essas pessoas não sabem usá-lo apropriadamente. Não acho que o VAR seja o problema, mas o modo como eles o utilizam que é. Você não pode mudar essas pessoas, isso está claro, então eu votaria para eliminar o VAR.

A ideia de abolir o uso da arbitragem de vídeo partiu do Wolverhampton, que está em 13° no Campeonato Inglês, sob o pretexto de que “o VAR foi criado de boa fé”, porém acarretou em “numerosas consequências negativas não intencionais que estão prejudicando a relação entre os torcedores e o futebol”.

Jürgen Klopp, Liverpool (Foto: Andrew Boyers/Action Images/Reuters)
Jürgen Klopp, Liverpool (Foto: Andrew Boyers/Action Images/Reuters)

Há três meses atrás, a própria competição reconheceu que a tecnologia estava longe de viver a sua melhor fase, especialmente no que dizia respeito à demora para se obter a decisão final e os critérios utilizados pela arbitragem. O diretor de futebol, Tony Scholes, prometeu fazer consulta com técnicos e atletas visando melhorar o desempenho do recurso.

– Já consultamos os técnicos e temos duas reuniões por ano e fazemos uma visita às equipes. Na nossa última reunião com técnicos, um deles perguntou: ‘Não temos ideia de onde estamos agora com a lei da mão na bola’. Depois, outros juntaram-se e o apoiaram.

Tony também reclamou da experiência do VAR para quem vai ao estádio torcer, em especial o longo tempo de análise e decisão final.

– Estamos fazendo muitas verificações e demorando muito para fazê-las também. As análises estão demorando muito e isso está afetando o fluxo do jogo e estamos extremamente conscientes disso e da necessidade de melhorar sua velocidade, mantendo sempre a precisão.

Segundo os órgãos de imprensa da Inglaterra, para que o árbitro de vídeo seja abolido, é necessário que a mudança no regulamento seja aprovada por 70% dos clubes participantes da Premier League (14 de 20 times).

(Foto: Getty Images)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *