Van Djik comemorando seu gol pelo Liverpool
Futebol Premier League

Liverpool acorda no segundo tempo e vence Luton Town de virada no Anfield

O Liverpool entrou em campo nesta quarta-feira (21), com o embate diante do Luton Town no Anfield pela Premier League. Apesar dos desfalques presentes dos Reds, foram capazes de vencer por 4 a 1 o confronto, mesmo depois de ter saído atrás no embate, após um gol inusitado de Chiedozie Ogbene no primeiro tempo. O segundo tempo foi o divisor de águas para os donos da casa, que voltaram completamente diferentes e simplesmente, dominaram o seu adversário.

Os gols do Liverpool foram de, Virgil Van Djik, Cody Gakpo, Luis Diaz e Harvey Elliot, todos nos últimos 45 minutos do jogo.

Liverpool dando às boas vindas

A partida entre Liverpool e Luton Town começou bem interessante para o lado dos mandantes, que dominavam os primeiros minutos e colocavam os visitantes para trabalhar defensivamente. Mesmo com os reforços presentes nos Reds, não impediu que eles causassem perigo aos jogadores dos Hatters.

Porém, mesmo com as chegadas, ainda faltava aquele último toque para dentro das redes, que era impossibilitado pela forte defesa do Luton Town no confronto.

Luton fatal

Se postando de uma forma mais defensiva, os Hatters não tinham a bola, mas quando tinham, conseguiam trabalhar muito bem com ela. Sem desperdiçar as poucas vezes que contava com a redonda em seus pés, era capaz de agredir o Liverpool pelos lados do campo, ainda mais com ausência dos titulares da equipe do Anfield.

Entretanto, parece que as vezes, os menores contam com a sorte em alguns dos seus jogos. Depois de Tahith Chong ter infiltrado dentro da área pelo lado esquerdo, o camisa 14 soltou uma bomba no goleiro Caoimhin Kelleher, que com as pernas abertas, foi capaz de desviar e tirar do gol.

A questão é a seguinte, após o desvio, a bola simplesmente foi na cabeça de Chiedozie Ogbene, que com muito oportunismo, empurrou para as redes e abriu o placar para o Luton no confronto. Mostrando que o importante é a eficiência, apesar de chegar pouco, é necessário atacar uma vez só para conseguir o que quer.

Liverpool dominante

Depois de ter sofrido o gol de forma inusitada, o Liverpool começou a acionar o alarme de desespero, indo para cima dos visitantes contudo o que possuiam. Entretanto, a defesa dos Hatters estava trabalhando em alto nível, conseguindo segurar Luis Diaz, Cody Gakpo e Companhia.

O colombiano era o único que estava sendo contido em marcação individual, sendo considerado a principal peça ofenvisa dos Reds aos olhos do treinador do Luton Town. Mesmo sem a presença comum do camisa sete, os mandantes chegavam ao ataque, mas sem colocar Thomas Kaminsky para trabalhar nas oportunidades criadas por eles.

Virada relâmpago

No início da segunda etapa, os Reds mantiveram o seu domínio e sua pressão, conseguindo contar com algumas chegadas de forma consecutiva nos primeiros minutos da etapa final. Entretanto, a bola não entrava de forma nenhuma, principalmente pela qualidade defensiva do Luton.

Cody Gakpo teve a primeira grande chance de balançar às redes, forçando uma defesa de Kaminsky, que não tinha sido colocado para trabalhar até o momento. Porém, quanto mais o Liverpool crescia, mas os seus torcedores correspondiam em favor dos mandantes, empurrando eles da forma que conseguiam.

Até que numa bola alçada na área, Van Djik mostrou suas credenciais na primeira chance que teve, no primeiro vacilo dos visitantes, testando para o gol do Luton Town. Sem deixar à poeira abaixa, outro holandês fez questão de aparecer na bola área, simplesmente Gakpo recebeu o cruzamento de Alex MacAllister e cabeceiou para o gol, assim como o seu compatriota.

Van Djik balançando as redes pelo Liverpool

 

Virando o confronto para o Liverpool de forma relâmpago, mostrando com quem que o Luton Town estava lidando em pleno Anfield.

Liverpool fecha caixão

O Liverpool já tinha uma aparência completamente diferente da primeira, diante da vantagem no jogo que foi criada no segundo tempo. O atacante Luis Diaz resolveu aparecer na brincadeira que só contava com holandeses, dando espaço para o sul-americano apresentar suas credenciais também.

Numa bela jogada individual do camisa sete, foi capaz de cortar Teden Mengi como se não fosse nada dentro da área. Ao conseguir espaço diante de Kaminsky, Diaz simplesmente chapou no canto do belga, fazendo com que ele não tivesse nenhuma resposta para a tentativa do colombiano. Deixando o placar mais favorável para os Reds, que finalmente tinham tranquilidade em Anfield.

Deixando as flores

O que era esperado para acabar 3 a 1, chegou ao fim com um 4 a 1, tendo Harvey Elliot balançando as redes aos 89 minutos, num chutaço de chapada no ângulo de Kaminsky. Não é possível esquecer da participação de Jayden Danns, novato que estrou pela primeira vez junto ao Liverpool e achou um passe espetacular em profundidade, encerrado com o tento de Elliot.

Entrada de Jayden Danns na equipe do Liverpool

 

Final de jogo: Liverpool 4 x 1 Luton Town

Fotos: Reprodução/Liverpool

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *