Lucas Paquetá
Futebol Premier League

Lucas Paquetá: FA quer atleta ‘banido para sempre’ do futebol, diz tablóide

O tablóide britânico The Sun publicou uma matéria na última terça-feira (03) onde em acesso a documentos da Federação Inglesa de Futebol (FA) que acusam o atleta Lucas Paquetá, do West Ham, em envolvimento com esquemas de apostas, recomendam o banimento do meia do futebol em caso de condenação.

De acordo com o tablóide, em comparação aos casos de Kynan Isaac (Stratford Town, banido por 10 anos por apostar um cartão amarelo na FA Cup) e Bradley Wood (Lincoln City, banido por 6 anos por receber cartões amarelos em dois jogos da Copa da Inglaterra), o caso de Paquetá, segundo os promotores da FA, são ainda mais graves.

A reportagem fala que uma das apostas de que o meia tomaria cartão amarelo em uma das partidas investigadas valeu por 7 libras (R$ 46, na cotação atual). A mais alta foi de 400 libras (R$ 2,6 mil). O que chamou a atenção, é que todas estas apostas teriam sido feitas da Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro, onde Lucas nasceu. Como o cartão amarelo foi realmente recebido, os apostadores ganharam até 100 mil libras (quase R$ 670 mil).

De acordo com o tablóide, a primeira casa de apostas a desconfiar e alertar sobre algo suspeito foi a Betway, patrocinadora master do West Ham, que teria ficado intrigada com “o número incomum de apostas feitas nele para ser amarelado, rastreadas até a ilha onde ele nasceu”. O The Sun procurou a FA e Lucas Paquetá a respeito das informações, mas nenhum deles responderam as mensagens.

 

LUCAS PAQUETÁ QUER PRORROGAÇÃO DO PRAZO

De acordo com o jornalista Diogo Dantas, do Jornal O Globo, Paquetá pediu, através de seus advogados, mais prazo para o envio de sua defesa. O carioca tinha até a última segunda-feira (03) para enviar os argumentos a serem avaliados na investigação, mas os advogados solicitaram mais tempo.

O prazo ainda não foi definido, enquanto isso, o atleta atuará na seleção brasileira em amistosos preparatórios para a Copa América. 

 

O CASO LUCAS PAQUETÁ

O meia foi acusado, há duas semanas, pela FA, de quatro violações das regras de apostas da Premier League, referente à sua postura dentro de campo em três partidas realizadas no ano passado, quando recebeu cartão amarelo: O primeiro, diante do Leicester, em 12 de novembro, o segundo, contra o Aston Villa, no dia 12 de março, e o último, contra o Bournemouth, em 12 de agosto.

A suspeita da entidade britânica se refere à regra E5.1 da FA, que condena comportamentos premeditados para causar resultados que agradem a Casas de Apostas. Paquetá está na mira do Manchester City, atual tetracampeão nacional, para a próxima temporada, porém, o carioca pode ter sua transferência inviabilizada por causa dessas investigações.

(Foto: Reprodução)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *