Christian Lundgaard McLaren
Automobilismo Fórmula Indy

Arrow McLaren anuncia Lundgaard no lugar de Rossi em 2025

A McLaren anunciou nesta terça-feira (2) uma nova troca de pilotos, só que dessa vez para a temporada de 2025. Alexander Rossi não terá seu contrato renovado para 2025, sendo substituído por Christian Lundgaard, piloto da Rahal Letterman Laningan Racing.

Após mais essa mudança, a equipe define os pilotos para a temporada seguinte, com o dinamarquês tendo como companheiros de equipe o mexicano Pato O’Ward e o norte-americano Nolan Siegel. Siegel ingressou recentemente na equipe, substituindo Théo Pourchaire no carro #6 desde o GP de Laguna Seca.

Rossi vem uma temporada boa, conseguindo um melhor rendimento comparado aos últimos anos, sacramentado com um pódio em Laguna Seca em corrida onde se destacou e brigou pela vitória. Atualmente é o sétimo lugar no campeonato, somente dez pontos atrás de Pato O’Ward, seu companheiro de equipe.

Já Lundgaard vem mais atrás no campeonato em 11º, mas é bem visto pelo paddock, afinal, desde temporadas anteriores vem tendo boas performances com a Rahal Letterman Laningan, equipe com desempenho inferior à própria McLaren nesses últimos anos.

“Alexander tem sido um incrível colega de equipe, somos gratos pelas duas temporadas com ele. Não estaríamos onde estamos sem ele. Não chegamos a um acordo, portanto, desejamos o melhor para Rossi. Christian mostrou sucesso em pouco tempo na Indy, com velocidade e potencial para estar ao lado de Pato e Nolan. Os três formarão um dos mais jovens trios do grid e vamos na mesma direção que estamos na Fórmula 1, com Lando (Norris) e Oscar (Piastri)”, comentou o chefe de equipe da McLaren Gavin Ward em nota.

A situação contratual de Lundgaard na McLaren

Diferente da saída de Pourchaire da equipe, quando foi decidido quebrar o acordo com o piloto, o time optou por terminar o contrato com Rossi e o fim do contrato de Lundgaard com a equipe de Bobby Rahal, que tem validade até o fim do ano.

“Estou animado por ter meus planos definidos para 2025 e próximos anos. Empolgado por ir à McLaren. Tenho muito respeito por Zak [Brown], Gavin, Tony [Kanaan, diretor-esportivo] e a equipe. Acho que Pato, Nolan e eu trabalharemos bem juntos. Estou 100% focado em terminar bem a temporada na RLL. Ainda temos uma boa parte do campeonato pela frente, mas a assinatura me tira grande peso dos ombros e que, com sorte, me permitirá competir em meu melhor nível nas próximas nove corridas”, disse Lundgaard em comunicado emitido pela McLaren.

Nessa mesma nota, Rossi agradeceu pelo tempo no time e admitiu a falta de acordo para darem continuidade na parceria para os próximos anos.

“Meu tempo na McLaren, embora tenha sido apenas duas temporadas, foi gratificante em muitos aspectos. Sou grato por ter feito parte do crescimento interno. O pessoal do #7 é fantástico, e fiz muitas amizades duradouras com a equipe. Zak, Gavin, Tony e eu tivemos muitas conversas nos últimos meses sobre o meu futuro na equipe.

Não conseguimos chegar a um acordo sobre um novo contrato, portanto a decisão de nos separarmos é amigável. Estou muito confiante com as discussões atuais no paddock para conseguir um novo lugar. Terei boas notícias em breve e, enquanto isso, estou focado em terminar entre os cinco primeiros no campeonato de 2024 e concluir com força meu tempo aqui”, completou o vencedor da Indy 500 de 2016.

A Indy retorna neste fim de semana com o GP de Mid-Ohio  no dia 7 de julho.