Estêvão palmeiras liverpool copa libertadores
Futebol Brasileirão

Palmeiras: Com proposta de R$ 360 milhões por Estêvão, negociações com o Chelsea devem avançar

O Palmeiras aguarda a confirmação da proposta do Chelsea para a venda de Estêvão, jovem meia-atacante de 17 anos. Para fechar acordo, o clube inglês deve oferecer 65 milhões de euros (R$ 360 milhões) entre valor fixo e bônus, atendendo às expectativas do Verdão pelo negócio.

O clube londrino fez uma oferta inicial de 60 milhões de euros (R$ 333 milhões), composta por 45 milhões de euros fixos e 15 milhões em bônus. No entanto, o Verdão não aceitou as metas propostas para os bônus. No último fim de semana, o Chelsea indicou que aumentará a oferta para 65 milhões de euros, o que deve acelerar as negociações.

Detalhes da negociação

A multa rescisória de Estêvão é de 45 milhões de euros (R$ 246 milhões), mas devido ao interesse de outros clubes, o valor da proposta será maior. O jovem atacante deve se transferir para o clube inglês em abril de 2025, após completar 18 anos. Há possibilidades de que ele dispute o Mundial de Clubes pelo Palmeiras em 2025 antes da transferência.

Estêvão foi campeão brasileiro em 2023 pelo Palmeiras
Estêvão foi campeão brasileiro em 2023 pelo Palmeiras – Foto: Cesar Grecco / Palmeiras

O Verdão possui 70% dos direitos econômicos de Estêvão, enquanto o jogador detém os outros 30%. Se a venda for concretizada por 65 milhões de euros, o clube paulista receberá aproximadamente R$ 252 milhões pelo passe do atleta.

Palmeiras trata venda com cautela

Apesar das cifras elevadas, o Palmeiras não tem pressa em vender o jovem jogador. O clube está financeiramente estável e reconhece que a venda do jovem talento tem o potencial de ser a maior de sua história. Além do Chelsea, clubes como Arsenal, Paris Saint-Germain e Barcelona também demonstraram interesse pelo promissor jogador.

Estêvão se destacou como titular da equipe de Abel Ferreira nesta temporada, a partir dos últimos instantes do jovem Endrick no time, e que se transfere para o Real Madrid em junho. Em 2024, ele participou de 15 jogos, marcou três gols e forneceu uma assistência, consolidando-se como uma das grandes promessas do futebol brasileiro. Sua performance tem atraído a atenção de grandes clubes europeus, que veem no garoto um jogador com imenso potencial e capacidade de se tornar uma estrela internacional.

A decisão do Palmeiras de não apressar a venda de Estêvão reflete a confiança do clube em seu valor crescente e no impacto que ele pode ter tanto no presente quanto no futuro do time. O desenvolvimento contínuo do atacante no clube não só beneficia a equipe em termos de desempenho, mas também aumenta seu valor de mercado, tornando qualquer eventual transferência ainda mais lucrativa.

Além disso, a abordagem cuidadosa do Verdão permite ao clube negociar o melhor acordo possível, que seja benéfico tanto financeiramente quanto estrategicamente. O interesse de múltiplos gigantes do futebol europeu coloca o Palmeiras em uma posição de vantagem, permitindo-lhes esperar pela melhor oferta para enfim negociá-lo quando houver um bom retorno ao caixa alviverde.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *