NFL, Brandon Aiyuk, Tee Higgins
NFL Notícias

NFL: Brandon Aiyuk afirma que os 49ers ‘não o querem de volta’; Tee Higgins não deve renovar com os Bengals

Nesta terça-feira, 18, a NFL segue movimentada para a preparação para a próxima temporada. E como tem acontecido há algumas semanas, a posição de wide receiver segue protagonista.

Os nomes que seguem nos holofotes são Brandon Aiyuk, do San Francisco 49ers, e Tee Higgins, do Cincinnati Bengals. Ambos os jogadores estão tentando negociar novos contratos com suas franquias, que não facilitam um acordo.

Brandon Aiyuk, San Francisco 49ers (Foto: Perry Knotts/Getty Images)
Brandon Aiyuk, San Francisco 49ers (Foto: Perry Knotts/Getty Images)

Brandon Aiyuk

Após semanas de negociação, Aiyuk segue sem novo contrato com os 49ers. Recentemente, o wide receiver resolveu falar sobre seu lado da história.

Em videoconferência com Jayden Daniels, quarterback novato do Washington Commanders, com quem atuou durante a NCAA, Aiyuk afirmou: “Sabe, eles [San Francisco 49ers] não me querem de volta”. Então Daniels perguntou: “É isso?”, com Aiyuk respondendo: “Eu juro”.

Segundo o jornalista Jeremy Fowler, da ‘ESPN’, a negociação entre San Francisco 49ers e Brandon Aiyuk não está nada boa. De acordo com a publicação do jornalista, as conversas estão atualmente “paradas”.

– Eles vão ver o que acontece nas próximas seis semanas antes do campo de treinamento. Os 49ers querem Aiyuk por muito tempo, mas até agora não estão dispostos a mostrar que vão atender o mercado de wide receiver, onde estamos vendo esses números massivos. Aiyuk acredita que ele é um dos principais da posição e, portanto, algo tem que acontecer. E assim, ele se envolveu em uma conversa entre os 10 principais recebedores. Veremos, não há muito impulso agora. Não há muito otimismo.

Aiyuk está em seu último ano de contrato, recebendo cerca de US$ 14.1 milhões. E os 49ers, segundo rumores, teriam oferecido uma renovação próxima ao valor de US$ 26 milhões por temporadas.

Tee Higgins, Cincinnati Bengals (Foto: Fox News)
Tee Higgins, Cincinnati Bengals (Foto: Fox News)

Tee Higgins

Higgins assinou a franchise tag com Bengals e deve atuar em 2024 pela equipe. Porém, o wide receiver não deverá assinar um contrato longo com a franquia, com chances altas de deixar Cincinnati em 2025.

“Meu entendimento da situação é que é considerado improvável que Tee Higgins acabe conseguindo a extensão de longo prazo que deseja”, afirmou o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

A franchise tag assinada pelo wide receiver é de apenas uma temporada, recebendo o valor de US$ 21.8 milhões em 2024. O vínculo foi oficialmente acordado entre as duas partes pouco tempo depois que o jogador pediu para ser trocado da franquia.

De acordo com a imprensa americana, Higgins e os Bengals negociaram uma renovação longa de contrato por quase um ano, porém as conversas não chegaram a lugar nenhum. O fato seria que o valor oferecido pela equipe ao jogador não chegaria próximo a casa dos US$ 20 milhões por ano.

Apesar de tudo isso, Higgins já havia comunicado oficialmente que iria jogar nos Bengals em 2024.

Justin Jefferson, Minnesota Vikings, wide receiver mais bem pago da NFL (Foto: Getty/David Berding)
Justin Jefferson, Minnesota Vikings, wide receiver mais bem pago da NFL (Foto: Getty/David Berding)

Mercado de wide receivers da NFL

Oito recebedores diferentes assinaram novos acordos no valor de pelo menos US$ 23 milhões por temporada desde o início do período de agentes livres (13 de março). O grupo inclui três extensões no valor de pelo menos US$ 30 milhões anualmente, incluindo Justin Jefferson se tornando o não-quarterback mais bem pago da história da NFL.