NFL
NFL Notícias

NFL: Jon Gruden, ex-Raiders, perde pedido de reconsideração em ação contra a liga

Jon Gruden, ex-técnico do Las Vegas Raiders, da NFL, perdeu na segunda-feira (01) na suprema corte de Nevada uma tentativa de reconsideração de um processo que moveu contra a liga sobre e-mails vazados para a mídia antes de renunciar ao cargo de técnico da equipe em 2021.

Advogados do ex-técnico, da liga e um porta-voz da NFL não responderam as mensagens depois que uma ordem de “Audiência Negada” foi publicada em um site do tribunal de Nevada. Não ficou imediatamente claro se Gruden buscará uma audiência perante todo o tribunal superior do estado, composto por sete juízes.

Os advogados de Gruden buscam uma nova audiência após o grupo de três juízes se dividir em uma decisão de 14 de maio. A liga pode mover o caso de interferência em contrato civil e conspiração do tribunal estadual para uma arbitragem que pode ser supervisionada por um dos réus, o comissário da NFL Roger Goodell.

Disputa jurídica após demissão de Gruden

O processo de Gruden, aberto em novembro de 2021, alega que Goodell e a liga o forçaram a renunciar ao cargo de técnico do Raiders ao vazar e-mails racistas, sexistas e homofóbicos que ele enviou quando estava trabalhando na ESPN.

Corte de dois juízes disse que Gruden entendia que a constituição da NFL permitia a arbitragem para resolver disputas e disse que não estava claro se Goodell ou uma outra corte designada ouviria o caso de Gruden. O juiz dissidente escreveu que seria ”ultrajante” para Goodell arbitrar uma disputa na qual ele é réu nomeado.

Gruden era o técnico principal dos Raiders quando o time se mudou de Oakland, Califórnia, para Las Vegas, Nevada, na temporada 2020. Ele deixou o comando do time em novembro de 2021 com mais seis temporadas restantes em seu contrato de 10 anos e US$ 100 milhões, um recorde na época.

A liga recorreu ao tribunal superior do estado depois de um juiz em Las Vegas decidiu em maio de 2022 que a alegação de Gruden de que a liga vazou intencionalmente apenas seus documentos poderia mostrar evidências de ”intenção específica” ou um ato projetado para causar um resultado específico.

NFL: Jon Gruden, ex-Las Vegas Raiders (Foto: AP)
NFL: Jon Gruden, ex-Las Vegas Raiders (Foto: AP)

Caso envolvia dirigentes de outros times da NFL

Gruden trabalhava como comentarista na ESPN americana quando os e-mails foram enviados de 2011 e 2018 para o ex-executivo do Washington Commanders, Bruce Allen. Eles foram encontrados em meio a cerca de 650.000 e-mails que a liga obteve durante uma investigação sobre a conduta de trabalho dentro do time de Washington.

Gruden está buscando uma indenização monetária, alegando que a divulgação dos e-mails e sua publicação pelo Wall Street Journal e pelo New York Times destruíram sua carreira e anularam contratos de patrocínio.

Gruden já havia treinado na NFL de 1990 a 2008, com passagens sobre o Oakland e pelo Tampa Bay Buccaneers, time que levou ao título do Super Bowl em 2003. Ele passou de 2009 até 2017 trabalhando como analista de TV na ESPN antes de ser contratado pelos Raiders novamente em 2018.

(Foto: Ethan Miller/Getty Images)