mrv
Futebol

Atlético-MG e Cruzeiro são multados pelo STJD por incidentes em clássico na Arena MRV

(por Fabrício Carvalho)O STJD anunciou nesta sexta-feira (10) multas para Atlético-MG e Cruzeiro após indicentes ocorridos na Arena MRV, em clássico válido pelo Brasileirão Série A. Com exceção da utilização de sinalizadores por parte de ambas torcidas, os dois clubes sofreram outras sanções.O Atlético, mandante no clássico, foi denunciado pela retirada de portas dos banheiros femininos, pela diminuição na visibilidade do setor visitante com a instalação de tapumes, pela invasão de campo de um torcedor e pela ausência de uma estrutura adequada na sala de imprensa.Mesmo com todos os incidentes relatados acima, o Galo conseguiu escapar da perda de mando e foi apenas multado em R$83 mil, dos quais R$75 mil consistem na visão parcial do setor visitante e condição dos pbanheiros femininos. O auditor do STJD, João Gabriel Maffei, questionou a decisão de retirar as portas dos banheiros.Além disso, o Atlético foi enquadrado no  Artigo 191, inciso III, do CBJD, pela “ausência de estrutura adequada na sala de imprensa”, com multa de R$2 mil. No pós-jogo, a administração do estádio desligou o sistema de som durante a entrevista coletiva de Zé Ricardo após irritação pela inserção da bandeira do Cruzeiro sobre a mesa.Por fim, o Galo também foi multado devido ao arremesso de copos no grmado partidos da torcida mandante, segundo a súmula do árbitro Ramon Abatti Abel, levantando mais R$5 mil de multa devido à infração do artigo 213 e R$1 mil pela invasão de um torcedor.Cruzeiro multado pela quebra de cadeiras na Arena MRVCom menos multas, o Cruzeiro também não escapu das sanções pois a súmula apontou “atos de vandalismo” da torcida visitante após a administração da Arena MRV enunciar quebra de caeiras e outros danos materiais no estádio, com valor de R$5 mil.No entanto, é provável que o Galo recorra desta decisão pois a administração do estádio afirma que a torcida cruzeirense quebrou 258 cadeiras, sendo que cada uma custa R$400., u seja, valor que ultrapassa R$100 mil de prejuízo.Imagem: Divulgação / Atlético

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *