NFL

Braço de Tua decide e Dolphins derrotam os Patriots no Hard Rock Stadium

(por Rafael Lima) O New England Patriots conquistou uma vitória importante para ele e para o próprio Miami Dolphins na semana passada ao derrotar, na última campanha, o Buffalo Bills. Isso porque os Pats saíram do limbo em que se encontravam com Mac Jones sendo muito criticado e os Dolphins mantiveram a distância na liderança da AFC Leste.Jogando no Hard Rock Stadium e com um ataque muito melhor, o Miami Dolphins queria mostrar sua força diante do time de Bill Belichick e se reencontrar com a vitória para seguir sua caminhada rumo aos playoffs. Por outro lado, os Patriots eram franco-atiradores e qualquer coisa que acontecesse estaria valendo.Muitos punt e Dolphins engrenando aos poucosA partida iniciou com um festival de punts para ambos os lados. Até que na segunda campanha ofensiva dos Dolphins, Tua Tagovailoa acabou interceptado por Kyle Dugger. E, se não bastasse para os torcedores locais, no drive ofensivo seguinte, Mac Jones ligou Kendrick Bourne em um passe curto e o wide receiver invadiu a end zone para anotar o primeiro touchdown da partida.Ainda no primeiro período, os Dolphins fizeram uma linda campanha ofensiva, que terminou em um TD espetacular de 42 jardas de Tyreek Hill. 7 a 7 e o jogo esquentava depois de péssimos momentos dos ataques.A defesa dos anfitriões novamente forçou um punt dos Pats e, com a bola, Tua distribuiu muito bem o jogo até terminar o drive em um touchdown de Ced Wilson. Logo após o TD, mais um motivo de comemoração para a torcida de Miami, pois Jalen Ramsey interceptou Jones.Com pouco tempo até o fim do segundo quarto, Jason Sanders ainda anotou um field goal para levar para o intervalo um placar favorável em 17 a 7.Patriots tentam, mas braço de Tua Tagovailoa decideO segundo tempo começou com um fumble de Tua Tagovailoa, recuperado por Anfernee Jennings. Só que os Patriots puniram o adversário apenas com um FG convertido por Ryland.Entretanto, já na campanha seguinte, utilizando o braço forte de Tua e boas corridas de Raheem Mostert, Miami anotou um touchdown com o running back, abrindo uma vantagem bem confortável.Com as defesas funcionando muito bem, nenhum ataque conseguiu pontuar nos drives seguintes, deixando o campo rapidamente. Entretanto, já no quarto período, trabalhando bastante o jogo corrido, os Patriots voltaram a endzone em um passe de Mac Jones para JuJu Smith-Schuster. 24 a 17 e, como diria Paulo Antunes, tínhamos um djoooogooo!Só que as chances dos Patriots duraram pouco mais de cinco minutos, pois os Dolphins souberam ganhar jardas com passes curtos e corridas para gastar relógio, até que num passe longo de Tagovailoa, Waddle decidiu a partida em mais um lindo TD, anotando 31 a 17, com apenas 2:43 por jogar.Depois disso, foi só esperar o tempo passar. Final: New England Patriots 17-31 Miami Dolphins O Miami Dolphins jogou como o esperado, se aproveitando do seu excelente quarterback e o explosivo ataque, que conta com o principal wide receiver da liga, Tyreek Hill. Mesmo enfrentando uma forte defesa como a do New England Patriots, é praticamente impossível parar as armas ofensivas da equipe da Flórida, que caminha a passos largos rumo aos playoffs. Na próxima semana esse ataque terá um grande desafio: pontuar mais do que os Chiefs de Mahomes.Já New England foi valente, jogou o máximo que conseguiu dentro de suas limitações, mas realmente a diferença entre os ataques é gritante, não dando chances de uma partida mais competitiva. A temporada dos Patriots se limita a chances de vitórias contra equipes mais modestas, como o Washington Commanders, próximo adversário dos Pats em Foxborough.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *