1763358548.0
Futebol

“Cometa Haaland” passa duas vezes na goleada do City diante do United no clássico de Manchester

(por Rafael Maia) No clássico de Manchester, o City levou a melhor diante do United, e foi por muito. A partida deste domingo (29) não apresentou grandes dificuldades para os visitantes, que conseguiram uma goleada por 3 a 0 no Old Trafford. Erling Haaland teve uma atuação perfeita, marcando duas vezes e conseguindo uma assistência no gol de Phil Foden.AnáliseNa intenção de ter mais a bola, mantendo uma troca de passes desde o campo defensivo, o Manchester City buscava Rodri na maioria das criações como se fosse um maestro. Após a participação do espanhol, os próximos atletas que recebiam a bola eram os pontas, na procura de brechas na defesa do Manchester United.Os Red Devils não faziam muita questão de ter a posse, o foco principal era neutralizar o volante dos Citizens, que é visto como uma das principais peças do meio de campo dos visitantes. Sem a bola, tentavam a marcação pressão, causando bastante desconforto na saída de jogo dos visitantes.O jogoA partida entre Manchester United e Manchester City começou bem quente em favor dos donos da casa, com duas boas chances de abrir o placar logo cedo no jogo. Sem eficiência nessas oportunidades, o confronto chegou a ponto de ficar equilibrado e depois, na presença de uma dominância maior dos visitantes.Batendo sete minutos no relógio, Onana já teve que trabalhar bastante. Numa testada de Phil Foden, o camaronês conseguiu fazer uma bela defesa, contando com outra participação do africano logo em seguida no rebote. Erling Haaland tentou se aproveitar do goleiro caído, mas não contou com a astúcia do arqueiro.O crescimento dos Citizens era evidente, fazendo Onana trabalhar mais uma vez aos 16 minutos, num chutaço de Jack Grealish. Pode-se dizer que o gol estava maduro, acontecendo alguns minutinhos depois, com um grande vacilo de Rasmus Hojlund. O dinamarquês impediu que Rodri participasse de um dos ataques, mas de forma bem boba e inesperada surgiu a penalidade máxima.Haaland na bola e o resultado não poderia ser outro, mesmo com o camaronês tendo brilhado no meio de semana pela Champions League, Onana desta vez não saiu na foto. E assim o norueguês abriu o placar a favor dos visitantes.As chances continuaram aparecendo para os Cityzens, enquanto o United tentava fechar a casinha, olhando na direção de um contra-ataque. Algo que até chegou a surgir para os mandantes, mas não foram muito bem na conclusão. Aos 45 minutos, Ederson precisou se mexer, bastante até. Marcus Rashford acionou Scott McTomminay por meio de uma bola longa, o escocês dominou, ajeitou-se e soltou um míssil para o gol do brasileiro que num reflexo esplêndido, impediu o empate.Diante desse milagre por parte do Ederson, os Citizens foram atrás de uma resposta. O Cometa Haaland foi procurado dentro da pequena área, com um belo cabeceio, poderia ter ampliado o marcador, mas Onana salvou o United com uma defesa sensacional no golpe que foi quase fatal.Voltando do intervalo, a situação não mudou muito, a posição dos Red Devils era a mesma. Com bastante cautela moldavam seus ataques enquanto seu adversário era melhor. Jogando muita bola, aos 48 minutos, o esperado aconteceu, os visitantes ampliaram a vantagem.Numa bela jogada construída pelos comandados de Pep Guardiola, Bernardo Silva recebeu no fundo e cruzou na segunda trave, na cabeça de Haaland. Não tinha uma pessoa de vermelho marcando o artilheiro da Premier League, que apenas completou para dentro das redes de Onana.O segundo gol dos visitantes não foi o suficiente para fazer com que o United procurasse o jogo, é possível imaginar que foi uma cajadada para finalizar as esperanças dos donos da casa. Mantendo a posse da bola, o City continuava confortável e envolvido no clássico, trocando diversos passes de uma forma que os Red Devils não conseguiam impedir que acontecesse.Dominando a partida, os Citizens foram na intenção de ampliar ainda mais a vantagem, num jogo nada perigoso para os atuais campeões da Premier League. Com muita segurança e tranquilidade, Rodri fintou o primeiro e bateu de fora da área. A batida foi defendida por Onana, rendendo um rebote para Haaland que foi caridoso, passando para Foden ampliar o marcador no belo e tradicional gol vovó.O que já era ruim, se tornou um pesadelo para o time de Erik Ten Hag, que torcia para o jogo terminar. Quem não esperou o apito final foram os torcedores dos Red Devils, que já partiam na busca de seus metrôs para voltar as suas casas. Final de jogo: Manchester United 0 x 3 Manchester City  Situação dos timesA vitória do City mantém o time de Guardiola em busca da liderança que está dominada pelo Tottenham, estando a equipe do Etihad, Arsenal e Liverpool na cola dos Spurs. A derrota para o United não é nada interessante, mantendo o time na oitava posição da Premier League.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *