0817 cincy olhabola 800 int 1
Tenis

Djokovic levanta preocupação sobre bolas utilizadas na ATP

(por Mattheus Prudente) O número 1 do mundo no tênis masculino, Novak Djokovic, está liderando uma chamada para que a ATP reveja e padronize as bolas utilizadas nas competições. O jogador sérvio expressou suas preocupações sobre a frequente mudança de bolas entre torneios e sua possível relação com lesões recorrentes nos punhos, cotovelos e ombros dos atletas.Em uma entrevista ao Sportal, Djokovic ressaltou a necessidade de uma ação imediata por parte da ATP, pedindo uma definição em relação ao assunto. Ele sugeriu que a ATP escolha uma única bola para ser usada em todos os torneios ATP, com exceção dos Grand Slams, onde as negociações de patrocínio das bolas são mais complexas e específicas para cada evento.”Certamente existe uma relação entre lesões frequentes na articulação do punho, cotovelo e ombro com bolas e suas modificações”, afirmou Djokovic. “Sou absolutamente a favor de escolher uma bola para jogar todos os torneios ATP. Com os Grand Slams é diferente e mais difícil porque cada um negocia separadamente qual patrocinador terá as bolas.”A questão das constantes trocas de bolas, muitas vezes ocorrendo até três vezes em três semanas, dependendo do local do torneio, é percebida como uma ameaça à saúde dos jogadores e à integridade de suas articulações. Djokovic se uniu a outros jogadores que têm levantado essas preocupações e fez um apelo direto à ATP para encontrar uma solução.”Às vezes esta troca de bolas ocorre três vezes em três semanas dependendo de onde jogamos e afeta a saúde dos jogadores e as próprias articulações. Nesse sentido, apoio quem reclama e peço à ATP que encontre uma forma de resolver isso”, acrescentou.Djoko cobra resposta da ATPO que chama a atenção na declaração de Djokovic é sua cobrança por um posicionamento público da ATP sobre o assunto. “Não vi a ATP emitir qualquer comunicado sobre as reclamações dos jogadores e isso é incompreensível. Quando você tem tenistas de alto nível tentando se comunicar com você em público e dizendo: ‘ei, vamos conversar sobre isso’, você tem que fazer uma declaração”, destacou o sérvio.Ele enfatizou que o silêncio da ATP não resolverá o problema e instou a associação a adotar uma abordagem mais proativa. “Não entendo por que há silêncio. Espero que eles percebam que simplesmente deve haver comunicação direta. Além disso, deveria ser anunciado publicamente que receberam esta informação e estão a trabalhar nela, no sentido de que verão como podem encontrar uma solução que seja aceitável. O silêncio não mudará nada”, complementou Djokovic.O fato de as bolas serem diferentes emm cada torneio afasta jogadores de alto nível. Djokovic, por exemplo, não está jogando mais torneios de nível 500 para baixo, com raras exceções. Trata-se de um risco muito grande para um jogador da idade dele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *