2580512 1 mrvwallpaper haas pilot nico huelkenberg freut sich auf sein formel 1 comeback
Automobilismo

F1 seguindo tendência de moda? Venha entender o aumento da predominância da cor preta nos carros em 2023

(por Pedro Gama)As 20 equipes anunciaram em fevereiro os seus carros para a temporada 2023 e um fato inusitado chamou atenção do público: a predominância da cor preta nos carros. Diferente do último ano, onde se viu um colorido nas pistas. Afinal, qual a resposta pra essa mudança? Apenas estética?Não! Seguindo uma tendência adotada pela Williams em 2022 o preto que se vê nos carros é a própria fibra de carbono que compõe o carro – que se forma através da queima do polímero em um ambiente rico em nitrogênio. Segundo estudos, o peso da cor tem por volta de 6 quilos, sendo as pinturas brilhosas mais pesadas. Tendo em vista que o regulamento prevê um peso mínimo de 798 quilos (já com o piloto incluso) a busca pela redução de peso e aumento de desempenho é constante, explicando a mudança estética desse ano, o fator mais buscado nos últimos 50 anos da fórmula 1: a redução de peso e aumento de desempenho. O peso tem sido uma pauta muito importante na Fórmula 1 desde o ano passado, principalmente por conta da segurança dos pilotos. George Russell, da Mercedes, reclamou dos carros muito pesados na temporada passada, afirmando que, além de ser um risco para os pilotos quando estão pilotando, também seriam perigosos pela sua capacidade de absorver impactos, já que carros mais pesados geram impactos mais pesados.A tendência de carros com a tonalidade preta nos últimos anos levanta uma questão: o que a Fórmula 1 vai fazer nos próximos anos para reduzir o peso dos carros? As regulamentações de 2026 vão trazer peças mais leves, talvez um motor mais leve?O que sabemos, no momento, é que a Fórmula 1 vive um problema crônico com o peso dos carros, que já recebeu críticas de pilotos e equipes. Agora, a tendência da cor preta pode ser o que a categoria precisa para dar um basta de uma vez por toda nesse aumento no peso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *