lewis hamilton max verstappen bahrain 2023 grid planetf1
Automobilismo

Hamilton e Verstappen opinam sobre desenvolvimento de carros para anos seguintes

(por Wilson Machado)No começo dessa semana, Helmut Marko e Christian Horner mencionaram o fato da RBR já estar virando seu departamento de desenvolvimento para o carro de 2024, e isso gerou um certo ceticismo no paddock. Uma das figuras mais vocais quanto a isso foi Lewis Hamilton. O piloto Mercedista veio com uma “ideia” que já foi discutida em outros pontos da história recente da Fórmula 1. Em entrevista à Sky Sports, o piloto britânico disse: “Não quero mirar em nenhuma equipe ou piloto em particular, e já houve períodos de dominância antes de mim e até comigo mesmo, eu mesmo já fui feliz de ter um período de dominância como o de Max atualmente, mas da forma que estão caminhando, isso só vai aumentar e não conseguimos ver quando isso vai parar. No meu ponto de vista e experiências passadas, quando você está 100 pontos na frente, com poucas etapas, não faz mesmo sentido você continuar atualizando seu carro atual, ainda mais com o teto de gastos. É interessante você equilibrar mais os seus custos e desenvolver o melhor carro possível mesmo. Porém creio que o interessante seria estipular uma data em que todos saibam que não podem fazer antes. Em outubro creio que seja muito tarde, mas algo como 1º de agosto, para ninguém ter um período muito maior que o outro, ou ao menos se tiver, não é como se as outras equipes não pudessem ter começado antes.” Disse Hamilton. Essa “discussão” já apareceu em 2008, quando a Honda abdicou do ano de 2007, que já tinham anunciado ser seu último ano na categoria, e a equipe já fora vendida para Ross Brawn, que em 2009 ganhou o título de pilotos e construtores com ampla vantagem principalmente no início do campeonato. Assim como em tempos de domínio Mercedista, quando a RBR também chegou a falar, em tons de ameaças de se retirar da categoria, para a criação de um “cronograma de desenvolvimento”, e frear a equipe que sempre conseguia criar uma boa vantagem em campeonatos. Não muito interessado em que sua equipe seja prejudicada, Max Verstappen foi sucinto ao comentar sobre as declarações de Lewis: “A Fórmula 1 nem sempre é justa, ele teve seu período de dominância.” Afirmou Verstappen. Em resumo, a FIA já anunciou mais cedo na temporada, que vai evitar criar regras para tentar limitar um número menor de equipes ou limitar os desenvolvimentos, muito em torno dos resultados da TD39. As equipes sempre vão tentar defender os interesses próprios, e, por mais que uma Fórmula 1 dominada por uma equipe só seja entediante no ponto de vista do amante do esporte, uma escuderia não pode ser punida por fazer um trabalho melhor que o restante do grid. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *