harry maguire manchester united celebrates 854666090 scaled
Futebol

Imprevisível, Maguire marca de cabeça e coroa vitória do Manchester United na Champions League

(por Rafael Maia)O Manchester United conseguiu conquistar uma grande vitória em cima do Copenhagen no Old Trafford pela Champions League. Depois de ter sentido o gosto de duas derrotas até então, os Red Devils venceram por 1 a 0 a equipe dinamarquesa com o gol de Harry Maguire. O zagueirão pôde ajudar bastante seu time e sua torcida que estava bem apreensiva na partida.AnáliseBuscando se aproveitar da falta de confiança por parte de Andre Onana, o Copenhagen estava tentando bastante as finalizações de média distância, na intenção de fazer o camaronês trabalhar debaixo das traves. Os visitantes não pressionavam a saída de bola do Manchester United, deixando com que os mandantes criassem suas jogadas.Diferente de seus adversários, os Red Devils atrapalhavam a saída de bola com a pressão alta, ainda mais com as chegadas de Rasmus Hojlund quando a bola caía nos pés do goleiro. Por muitas vezes, Bruno Fernandes tinha o trabalho de interligar o campo defensivo como ofensivo, ainda mais na ausência de Casemiro.O jogoOs primeiros 45 minutos começaram com bastante pressão por parte do Copenhagen, que fazia questão de ficar com a bola no campo ofensivo. Demonstrou muita vontade de ter a posse da redonda em seus pés, criando algumas oportunidades em cima do Manchester United, tentando diversas vezes, os chutes de longa distância se aproveitando do mau momento de Andre Onana.Depois do início quente dos dinamarqueses, os Red Devils resolveram entrar para o jogo, utilizando bastante de seus pontas nas jogadas. Tiveram poucas oportunidades, principalmente pelo excelente sistema defensivo dos visitantes que colocaram bastante fogo nos primeiros minutos, mas se estabilizaram.O nível do duelo até caiu de forma considerável, em meio as duas equipes estarem em momentos diferentes, o United começava a ficar nervoso junto da sua torcida, enquanto o Copenhagen se portava de uma forma tranquila, jogando da forma que lhe foi atribuída. A tensão do torcedor inglês reinava na partida, sobre as atitudes dos atletas ou as vezes, quando não tomavam nenhumaO jogo estava tão bom que o juiz encerrou o primeiro tempo antes de chegar aos 45 minutos, para ter uma leve noção do belo futebol imposto pelos dois times.A segunda etapa teve início com o United impondo mais, dando a cara para ir atrás de uma reviravolta na sua fraca campanha na Liga dos Campeões. Mas com 50 minutos no relógio, os donos da casa estiveram bem próximos de um revés nada agradável, num contra-ataque por parte dos visitantes, o Copenhagen com muita velocidade colocou Onana para trabalhar, que com uma bela ponte, impediu que sua equipe saísse atrás no confronto.Toma lá dá cá! Os Red Devils logo chegaram com uma grande oportunidade, desta vez com Christian Eriksen. Com 53 minutos de jogo, o dinamarquês chegou batendo dentro da área e contou com uma excelente defesa do goleiro dos visitantes que com a pontinha dos dedos, impediu que o placar fosse aberto perante o excelente momento do clube inglês.Por mais que as chances aparecessem para o United, os erros técnicos impediam o final feliz da jogada. As oportunidades estavam surgindo com a veloz reposição do clube inglês que conseguia se aproveitar por muitas vezes do momento em que os visitantes estavam desarrumados defensivamente.Para o torcedor dos Red Devils mais impaciente, o melhor aconteceu e com certeza, da pessoa mais inesperada possível. Com o dedo de Erik Ten Hag, Eriksen cruzou na área aos 72 minutos de jogo, pode-se dizer que ele fez amor ao invés de um simples cruzamento, encaminhado para a cabeça de Harry Maguire que testou para dentro das redes. Sim, exatamente, ele mesmo!O gol milagroso dos donos da casa deixou a partida bem mais tranquila do que estava conseguindo segurar o resultado até o final do jogo e sair com uma vitória importantíssima. Isso era o esperado se aos 48 minutos de jogo, Scott McTomminay não tivesse feito um pênalti faltando apenas um minuto para o fim da partida.Após ser confirmado, Jordan Larsson esteve em posse da penalidade máxima, ao bater no meio do gol, Onana também quis ser importante para seus companheiros e conseguiu pegar a bola batida pelo camisa 11 do Copenhagen.Final de jogo: Manchester United 1 x 0 CopenhagenSituação dos timesA vitória do Manchester United era algo vital para a equipe inglesa continuar sonhando com o mata-mata da Liga dos Campeões, os três pontos conquistados levam os Red Devils para a terceira colocação. Enquanto o Copenhagen se afunda na lanterna do Grupo A com um ponto só. O Galatasaray, que está na segunda posição, tem apenas quatro pontos, sendo um sonho bem possível para as três equipes desta chave.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *