ezgif.com webp to jpg 18
Futebol

Ministro do esporte saudita impede jogadores de dar entrevista após derrota da seleção

(por Mattheus Prudente)Neste sábado (9), a seleção da Arábia Saudita acabou derrotada por 3 a 1 pela Costa Rica em amistoso realizado no St. James’ Park em Newcastle. O que era para ser um jogo comum ficou marcado por um caso de censura. O ministro do esporte da Arábia Saudita, Abdulaziz bin Turki Al Saud, impediu os jogadores que atuaram na partida de dar entrevistas, além do próprio técnico Roberto Mancini, que fazia a sua estreia pela seleção nesse amistoso. Todos deixaram o campo sem falar na zona mista, e a tradicional entrevista coletiva do técnico também não aconteceu. Antes da partida, várias manifestações aconteceram fora do estádio, principalmente contra as recorrentes denúncias de violação dos Direitos Humanos que ocorrem em território saudita. O ditador do país, Mohammed bin Salman, é considerado um dos homens mais perigosos do mundo, com casos de tortura e assassinatos sendo relacionados ao seu nome. Além disso, o país é conhecido por ser um dos que criminalizam a homossexualidade e ainda não dão os direitos necessários para as mulheres.  Por que não se pode dar entrevista? Visto os protestos que ocorreram antes do jogo, o ministro do esporte pode ter ficado com medo das possíveis perguntas de jornalistas sobre isso, principalmente por ser um assunto que o país luta muito para não abordar. Os investimentos pesados no futebol pelos sauditas também buscam disfarçar essas denúncias, chamado de “Sportswashing.” A seleção saudita volta aos gramados na próxima terça-feira (12), enfrentando a Coréia do Sul. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *