357371895 1633548703830342 1500068248950903378 n
Futebol

Sem estrear, ex-Santos rescinde contrato com Alanyaspor, da Turquia

(por Rafael Maia)O zagueiro Eduardo Bauermann teve seu contrato rescindido com o Alanyaspor, da Turquia, sem ter atuado pelo time. O clube turco acertou a chegada do atleta depois das polêmicas envolvendo apostas esportivas. O jogador de 27 anos deixa o clube depois de dois meses.A informação foi divulgada pelo Alanyaspor por meio das redes sociais nesta segunda-feira (11). Antes de ter seu contrato rescindido, parece que Bauermann estava tendo problemas de comportamento em sua nova equipe, podendo justificar a ação da equipe turca.Vale lembrar que antes de deixar o Brasil, o ex-Santos havia sido suspenso pelo STJD por 360 dias, sendo impossibilitado de atuar profissionalmente por conta de seus envolvimentos com apostas esportivas. Esse foi o motivo para ter seu vínculo com o clube paulista rescindido, chegando ao Alanyaspor por conta de a punição ser válida apenas no Brasil.A última vez que Eduardo Bauermann atuou profissionalmente foi no dia 3 de maio, na partida diante do Newell’s Old Boys, da Argentina, pela Copa Sul-Americana. Em seguida desta atuação, o zagueiro foi afastado do elenco por conta das investigações do Ministério Público na chamada Operação Penalidade Máxima.Jogadores envolvidos nas investigaçõesAlém de Bauermann, houve outros jogadores que estiveram envolvidos nessas investigações, com direito a três jogadores sendo banidos pela FIFA. Ygor Catatau, Gabriel Tota e Matheus Phillipe Coutinho foram banidos do futebol devido ao seu envolvimento no esquema. Os três jogadores não poderão atuar no palco profissional, enquanto outros oito jogadores foram punidos com diferentes suspensões. Jonathan Doin (Paulo Miranda) e Onitlasi Junior Moraes pegaram um “gancho” de 720 dias; Paulo Sérgio Marques Corrêa, Mateus da Silva Duarte e André Luiz Guimarães Siqueira Junior foram suspensos por 600 dias; Fernando José da Cunha Neto, Eduardo Bauermann e Kevin Lomónaco foram suspensos por 360 dias.Essas suspensões impactaram as carreiras de Bauermann no Alanyaspor, da Turquia, e Lomónaco no Tigre, da Argentina, após passagens pelo Santos e Red Bull Bragantino, respectivamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *