Jogadores do Palmeiras comemoram título de 2023
Futebol

Atual bicampeão, Palmeiras busca inédito tri da Copinha em 2024

A edição de 2024 da Copa São Paulo de Futebol Júnior, a famosa Copinha, começa nesta terça-feira (2) e termina no próximo dia 25 de janeiro. Atual bicampeão e novamente cotado como um dos favoritos ao título, o Palmeiras tentará um feito inédito na história da competição: um tricampeonato.

Disputada desde 1969 e com 22 campeões diferentes ao longo das 53 edições, a Copinha nunca foi conquistada três vezes consecutivas pela mesma equipe. Corinthians (1969 e 1970 – 2004 e 2005), Santos (2013 e 2014), Atlético Mineiro (1975 e 1976), Ponte Preta (1981 e 1982) e o próprio Palmeiras (2022 e 2023) detêm os bicampeonatos até então.

Antes alvo de piadas por nunca ter vencido a Copinha, o Verdão agora é o time a ser batido. Dono de uma das categorias de base mais vitoriosas do futebol brasileiro nos últimos anos, o Palmeiras vem de dois títulos conquistados de maneira invicta na Copinha, e além disso também teve os últimos dois craques da competição: Endrick, em 2022, e Kevin, em 2023.

Com 14 nomes que estiveram presentes no título de 2023, o Palmeiras vem forte para tentar alcançar o feito histórico. Alguns desses jogadores são o goleiro Aranha, os laterais Gilberto, Edney e Ian, os zagueiros Pedro Felipe e Talisca, os meio-campistas Léo, Patrick, Thalys e Vitor André e os atacantes Allan, Daniel, Estêvão e Kauan Santos.

Estêvão, a nova joia do Palmeiras

Entre os remanescentes, o mais badalado é, de longe, o atacante Estêvão. Com apenas 16 anos, o garoto é a principal estrela alviverde nesta edição. Em 2023, Estêvão foi o grande destaque do Brasil na Copa do Mundo sub-17, disputada na Indonésia, estampou capas de jornais (que o compararam a Neymar) e virou alvo de gigantes europeus como Barcelona, Real Madrid e Paris Saint-Germain.

Inclusive, no ano passado o Palmeiras recusou uma proposta do PSG por Estêvão (conhecido na base como “Messinho”), visto o potencial do atacante e o futuro retorno técnico e financeiro que o Verdão deve obter com ele, que hoje possui multa estipulada em 45 milhões de euros (R$ 238,9 milhões).

Estêvão foi campeão brasileiro em 2023 pelo Palmeiras
Estêvão foi campeão brasileiro em 2023 pelo Palmeiras – Foto: Cesar Grecco / Palmeiras

 

Para ficar de olho

Além de Estêvão, a lista do Palmeiras ainda conta com o zagueiro Vitor Reis e com os atacantes Luighi e Riquelme, que também defenderam o Brasil no último Mundial sub-17 e foram campeões do Brasileirão e da Copa do Brasil da categoria.

Luighi será o responsável por assumir o comando do ataque alviverde em 2024. Artilheiro da Copa do Brasil de 2023 com nove gols, o garoto de 17 anos foi promovido ao time sub-20 e será o “homem-gol” do Verdão na Copinha.

Outro fator que pesará a favor de Luighi (e do Palmeiras) será o entrosamento com Estêvão, visto que a dupla atua junta não apenas nas competições por clubes, mas também pela seleção brasileira.

Luighi comemora gol pelo Palmeiras
Luighi comemora gol na final da Copa do Brasil – Foto: Fabio Menotti / Palmeiras

 

Adversários e estreia

Membro do Grupo 24 ao lado de Oeste (SP), Queimadense (PB) e União ABC (MS), o Palmeiras não deve ter maiores problemas para se classificar e avançar na competição. A estreia das Crias da Academia no principal torneio das categorias de base do futebol brasileiro será nesta quinta-feira (4), contra o Queimadense, às 17h30 (de Brasília), na Arena Barueri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *