Palmeiras vence 5ª seguida e assume vice-liderança do Brasileirão - Foto: Cesar Greco/Palmeiras
Futebol Brasileirão

Palmeiras poupa titulares, vence 5ª seguida e assume vice-liderança do Brasileirão

Cinco e contando. Assim segue a saga de vitórias do Palmeiras no Campeonato Brasileiro, que bateu o Juventude neste domingo (23), no Allianz Parque. Mesmo poupando parte dos titulares, o time de Abel Ferreira se impôs em casa para sair com os três pontos diante de um adversário que até incomodou, mas não resistiu à pressão do Verdão.

Após um primeiro tempo sem gols, mas de trocação entre as equipes, o Palmeiras voltou mais vertical para a etapa final e marcou logo aos 3 minutos com Flaco López, de cabeça, aproveitando cruzamento de Raphael Veiga. Porém, o empate veio aos 18’, com Erick, após cobrança de lateral que teve o desvio de Gabriel Taliari antes do cabeceio do camisa 7 para o gol.

Depois do susto, o Palmeiras se reorganizou e assumiu o comando do jogo. Estêvão, aos 29’, e Mayke, aos 37’, deram números finais ao jogo, garantindo a quinta vitória consecutiva do atual bicampeão brasileiro.

Com 23 pontos, o Palmeiras assumiu a vice-liderança do Brasileirão. Na próxima rodada, na quarta-feira (26), o Alviverde encara o Fortaleza, no Castelão. Já o Juventude, 12º colocado com 13 pontos, recebe o Flamengo no Alfredo Jaconi.

Chances para os dois lados

Poupando titulares devido à preservação da condição física, o Palmeiras entrou no Allianz Parque com um time misto para encarar o Juventude. A diferença do entrosamento foi prontamente notada nos primeiros minutos, com erros de passes principalmente na ligação entre meio de campo e ataque.

Sem ter nada com isso, o Juventude tomou proveito disso e chegou com mais perigo e teve as primeiras oportunidades da partida. Aos 8 minutos, Gilberto arriscou de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo. A resposta veio aos 12’, com o cabeceio do zagueiro Murilo, travado pela defesa do Ju. Dois minutos depois, foi a vez de Marcos Rocha chutar forte de fora da área em direção ao gol de Gabriel, mas a zaga interceptou antes da bola chegar ao goleiro.

Aos 17’, Flaco López se inspirou em Rony e tentou uma bicicleta dentro da área, após confusão na defesa do time gaúcho, mas não teve a mesma técnica do camisa 10 alviverde, conseguindo apenas uma puxeta sem força defendida por Gabriel.

Depois de passar sustos, o Juventude voltou a atacar com Gilberto, que puxou contra-ataque rápido e saiu na cara de Weverton, mas Murilo, que acompanhava de perto, desarmou o centroavante antes do chute aos 21’. Pouco depois, aos 23’, Danilo Boza aproveitou sobra na área palestrina para soltar a bomba que Weverton defendeu.

Sumido no jogo até então, Raphael Veiga apareceu pela primeira vez aos 32’, cabeceando uma bola cruzada por Vanderlan que foi defendida por Gabriel. Aos 36’, o camisa 23 chegou novamente em um chute forte que foi desviado pela zaga, saindo em escanteio. A pressão chegou ao ápice com uma bola na trave de Flaco López, que recebeu de Estêvão e tentou encobrir Gabriel, mas não teve sucesso.

Palmeiras se encontra e domina na segunda etapa

A melhora alviverde no fim do primeiro tempo se manteve no início do segundo, tanto que o gol saiu logo aos 3 minutos, em cabeçada de Flaco López após cruzamento de Veiga, para a festa dos presentes no Allianz Parque. Contudo, a alegria durou apenas 15 minutos, pois aos 18’ veio o empate dos visitantes. E em jogada típica do Palmeiras de Abel: lateral cobrado na área, desvio de cabeça e gol de Erick que subiu sem marcação na pequena área para cabecear.

Depois do empate sofrido, Abel tirou Vanderlan, Fabinho e Gabriel Menino para pôr Piquerez, Aníbal Moreno e Rony, tornando a equipe mais ofensiva. Porém, mesmo com a entrada dos titulares da casa, foi o Juventude quem chegou com perigo, novamente com Erick: o atacante aproveitou falha da zaga para chutar de primeira e obrigar Weverton a trabalhar para impedir a virada.

Como quem não faz, leva… Aos 29’, Veiga recebeu na direita e cruzou para Flaco, que desviou de cabeça para Estêvão dominar e bater cruzado para desempatar o jogo em favor do Palmeiras.

Com o time mais confiante em campo, Abel promoveu o retorno de Dudu, que entrou no lugar de um ovacionado Flaco, mas não mais aplaudido que o ídolo alviverde que recentemente se envolveu em uma novela que quase terminou com o camisa 7 no Cruzeiro.

Dudu voltou a jogar após 10 meses afastado por lesão - Foto: Cesar Greco/Palmeiras
Dudu voltou a jogar após 10 meses afastado por lesão – Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Aos 34’, Estêvão sentiu o adutor direito e saiu para a entrada de Mayke. O lateral-direito, que jogou como ponta, teve estrela, pois aos 37’ marcou o terceiro do Verdão ao receber cruzamento rasteiro de Zé Rafael e marcar na pequena área.

Weverton ainda voltou a aparecer de maneira providencial aos 40’, defendendo duas finalizações à queima-roupa dentro da área para manter o placar em 3 a 1 para o Palmeiras e assegurar a festa ao apito final do árbitro.

Estêvão comemora mais um gol pelo Verdão - Foto: Cesar Greco/Palmeiras
Estêvão comemora mais um gol pelo Verdão – Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Final: Palmeiras 3×1 Juventude