Seleção
Futebol Copa América Seleção Brasileira

Em programa, pentacampeão pela Seleção Brasileira critica falta de criatividade em 1 a 1: “Não somos mais protagonistas”

Após o inconformante empate em 1 a 1 com a Colômbia pela Copa América, o pentacampeão em 2002, e hoje comentarista, Ricardinho criticou o meio de campo da seleção brasileira no programa “Troca de Passes”, do canal pago SporTV, na madrugada desta quarta-feira (03). 

Ricardinho citou o fato de o Brasil sentir falta de um autêntico camisa 10 para organizar o time e que a falta de criatividade estaria sobrecarregando os atacantes. Os jogadores de frente recebem poucas bolas em boas condições, finalizam pouco e passam boa parte do jogo precisando “apostar corrida” com os defensores adversários:

“O meio-campo precisa jogar mais. Para isso precisamos ter jogadores que possam jogar mais. Se o tempo todo não abre mão de dois volantes, ‘ah mas são volantes construtores’. Desculpa, desculpa, volante construtor é o que tem boa saída de bola e dá bom primeiro passe. Mas precisar ter o meia que olhe o jogo. Que deixa a defesa respirar, segura, a gente não tem isso. Vivemos momento de mudança e temos de entender isso. Não somos mais protagonistas. Hoje joga para marcar e contra-atacar” – disse Ricardinho.

No mesmo programa, o ex-jogador comentou sobre a boa parte do jogo em que o Brasil foi dominado pela Colômbia. A Seleção enfrentou os colombianos com João Gomes, Bruno Guimarães e Paquetá no time titular. No intervalo, Paquetá foi substituído por Andreas Pereira:

“Nós paramos de ser os protagonistas dos jogos. A gente tem que ser honesto. Hoje jogamos contra a Colômbia e procuramos mais marcar do que jogar. Se o meio-campo não consegue trabalhar a bola, não consegue construir jogada, se a bola é esticada o tempo todo, se o atacante tem que disputar na corrida o tempo todo, você não consegue produzir”.

 

COMO FICOU A SELEÇÃO APÓS O RESULTADO?

Com o empate da última terça-feira (02), a Seleção terminou em segundo lugar no grupo D com 5 pontos e enfrenta o Uruguai, primeira colocada em sua chave, no sábado, às 22h, novamente em Las Vegas.

(Foto: EFE/EPA/JOHN G. MABANGLO)