Romário América
Futebol Outras ligas

Por lesão na lombar, Romário adia reestreia como jogador do América na A2 do Carioca

E a espera para o retorno de Romário aos gramados segue alta. Mais uma vez, ela foi adiada em decorrência de uma lesão na lombar do presidente-jogador do América, que está disputando a Série A2 do Campeonato Carioca.

Na primeira rodada da segunda divisão estadual, que foi contra o Petrópolis, no Estádio Giulite Coutinho, o Sangue venceu por 2 a 0, e o tetracampeão mundial com a Seleção Brasileira em 1994 ficou no banco de reservas. Ainda que ele não tenha entrado, um outro membro da família Faria jogou e balançou as redes: o filho do atacante, Romarinho.

A época do jogo contra a equipe serrana, o também Senador da República pelo Partido Liberal, falou que o principal objetivo dele é recolocar o América entre as principais equipes do futebol carioca:

“O objetivo aqui é resgatar uma história de 120 anos. Vou sempre repetir: o América é um dos grandes times da história do futebol brasileiro. É o primeiro América de todo o Brasil. Passou um momento difícil. Chegamos há quatro, cinco meses e estamos reestruturando. Meu pai, tenho certeza absoluta, está lá em cima muito feliz. Estou tendo a oportunidade como presidente e neste momento, como jogador de futebol, desse sonho que é jogar ao lado do meu filho. Infelizmente, de verdade, não foi dessa vez, mas tenho ciência, tranquilidade e muita certeza e fé que vai acontecer”.

O filho do Baixinho marcou um dos três gols da vitória alvirrubra por 3 a 1 diante do Artsul, na tarde deste domingo (2), no Estádio Giulite Coutinho, com Fabrício e André anotando os outros dois tentos americanos. Ao anunciar que retornaria aos gramados, Romário falou da honra de jogar ao lado do filho:

“Poucos atletas, jogadores de futebol, tem a chance, a honra, o privilégio de jogar ao lado do filho. E eu, aos 58, ainda estou super bem, pratico esporte, jogo futebol, malho… Estou me sentindo bem para jogar. Entendi que seria legal. Vai ser diferente jogar com meu filho”.

Durante a semana, ele realizou trabalhos em específico, porém não conseguiu treinar com o restante dos atletas do América. Apesar de no campo ser desfalque, ele chegou ao estádio de helicóptero para ver a partida.

(Foto: Divulgação/ América F.C.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *