Presidente do Santa Cruz
Futebol

Presidente do Santa Cruz cogita organizar torneio com equipes sem divisão nacional

Diante da negativa do Superior Tribunal de Justiça Desportiva para o Santa Cruz disputar a Série D desse ano, o presidente do clube, Bruno Rodrigues, manifestou estar com outro plano para manter o clube em atividade no ano de 2024. A ideia começa pela organização de um torneio no segundo semestre com equipes que assim como a cobra coral, estarão sem divisão nacional e competições pelos próximos nove meses.

Segundo informações previamente dadas pelo canal “Léo Medrado e Traíras” no YouTube e depois apuradas pelo ge Pernambuco, Bruno Rodrigues confirmou já estar em conversas para convidar equipes como Portuguesa, Paraná, Joinville e Campinense para a disputa do certame a ser organizado pelo Santa Cruz. O dirigente tricolor afirma que é preciso saber a viabilidade da realização desse torneio para movimentar os clubes, e que não será fácil, porém, será tentado organizar a competição.

“É uma ideia e vamos agora saber a viabilidade da realização desse torneio que serviria para movimentar esses clubes. Nesse fim de semana já vou começar a fazer alguns contatos, para ver o ânimos desses clubes. Sabemos que não é fácil, mas vamos tentar.”

Bruno Rodrigues, sobre a organização do torneio com o Santa Cruz e outras equipes sem divisão nacional este ano.

Santa Cruz desiste de recorrer nos tribunais para jogar a Série D

Torcedores do Santa Cruz vão à sede do STJD pedir vaga na Série D — Foto: Arquivo Pessoal
Torcedores do Santa Cruz durante manifestação na porta do STJD no Rio de Janeiro pedindo a vaga na Série D do Brasileirão – Foto: Reprodução

Depois da derrota no STJD na última quinta-feira (04), onde buscava herdar a vaga do Democrata de Sete Lagoas, equipe de Minas Gerais, para disputar a quarta divisão nacional, o presidente do Santa Cruz também sinalizou a desistência da equipe pernambucana de recorrer da decisão e de que chegou a hora de encarar a realidade. O cartola tricolor afirma que pretende aguardar o final da Série D e o retorno do treinador Itamar Schuller, e do executivo de futebol Francisco Sales, emprestados ao Retrô, para um planejamento iniciado do zero.

“A princípio não vamos (recorrer). A cada dia fica mais difícil essa possibilidade e vamos partir para cenários mais realistas, que é manter o clube até o final do ano com tudo em dia.”

“Vamos esperar o final da Série D, a volta do Itamar (Schuller, técnico) e do Francisco Sales (executivo de futebol, ambos emprestados ao Retrô) para começarmos a nossa pré-temporada. Já temos uma espinha dorsal, ao contrário de como recebemos o clube, começando do zero.”

Bruno Rodrigues sobre o recomeço do Santa Cruz depois de ter seu recurso negado no STJD e o pensamento já em 2025.

Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *