São Paulo
Brasileirão Futebol

São Paulo responde a acusações de manipulação por John Textor: “resolva suas diferenças”

Em nota publicada no início da tarde desta quinta-feira (06), o São Paulo respondeu às acusações feitas pelo dono do Botafogo, John Textor, no qual contratou a empresa francesa Good Game, que detectou “comportamentos anormais” dos atletas tricolores durante a derrota para o Palmeiras por 5 a 0 pelo Brasileirão de 2023, em documento enviado ao empresário estadunidense.

Na nota, o clube considerou as acusações feitas “infundadas” e que colocaram “em dúvida a lisura e o profissionalismo de seus jogadores”. O tricolor também afirmou que irá trabalhar para que os acusadores possam responder em juízo e sejam banidos do futebol. O São Paulo finalizou a nota desejando que o Botafogo, pela história que possui, resolva suas diferenças, e de modo irônico, colocou que a estrela solitária resolva suas feridas em campo. 

 

Veja a íntegra da nota:

O São Paulo Futebol Clube mais uma vez é obrigado a vir a público para repudiar e refutar acusações infundadas contra a instituição e, principalmente, contra seus atletas.

O Clube não tolera que afirmações sem provas mais uma vez coloquem em dúvida a lisura e o profissionalismo de seus jogadores e irá seguir trabalhando para que irresponsáveis autores dessas acusações respondam em todas as esferas da Justiça e sejam banidos do futebol.

Por fim, o São Paulo FC espera que o Botafogo, um clube protagonista na história do esporte, resolva suas diferenças e cure feridas esportivas dentro de campo.

 

O DOCUMENTO DE TEXTOR E GOOD GAME QUE ACUSOU O SÃO PAULO

A reportagem divulgada pelo portal UOL, na manhã desta quinta, teve acesso aos documentos encomendados pelo dono do Botafogo à empresa francesa, que detectou novos comportamentos que possam colocar em xeque a credibilidade do futebol brasileiro, além dos depoimentos do estadunidense à polícia do Rio de Janeiro.

A primeira acusação registrada no documento foi um erro na linha para apontar impedimento e anular um gol do Vasco, feito por Paulinho, no jogo contra o Palmeiras, que terminou em 1 a 0 para o Porco, em agosto de 2023. A comissão de arbitragem da CBF, na época, disse que a decisão da arbitragem foi correta.

Logo depois, veio o relatório sobre Palmeiras X São Paulo, que citou: falta de combate, erros de posicionamento e corridas em intensidade mais baixa dos jogadores tricolores. Por esta razão, o analista da Good Game cravou a existência de manipulação, cooperado com cinco jogadores do São Paulo, em benefício ao Palmeiras. Segundo Textor, esse material é feito com ajuda de inteligência artificial, sendo um “olho que tudo vê” no jogo.

(Foto: Cesar Greco/ Palmeiras)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *