2156714585.0
Lutas UFC

UFC Louisville tem belos nocautes, com Imavov vencendo Cannonier de forma polêmica; saiba mais

O UFC foi a Louisville com a expectativa de ótimas lutas para um evento “Fight Night”, entretanto, os combates do card principal excederam a expectativa com nocautes brutais.

Na luta principal, apesar da superioridade de Nassourdine Imavov, o francês venceu por nocaute técnico após o árbitro Jason Herzog encerrar o combate com Jared Cannonier claramente consciente no confronto.

Além disso, vale ressaltar a volta triunfal de Dominick Reyes, a virada espetacular de Brunno Hulk, uma bela finalização de Raul Rosas Jr e o nocaute relâmpago de Zachary Reese.

Confira o melhor do card principal e todos os resultado das preliminares, onde o maior destaque ficou para Carlos Prates, que com uma joelhada brutal nocauteou Charles Radtke.

Nassourdine Imavov venceu Jared Cannonier por nocaute técnico no 4º round

O duelo mais esperado da noite começou com Jared Cannonier tomando a iniciativa do combate, variando jabs e chutes baixos. Entretanto, Nassourdine Imavov foi entendendo o combate aos poucos e sua mão começou a entrar. E, se não bastasse, o “russo-francês” devolveu uma queda, deixando a primeira parcial difícil de pontuar.

No segundo assalto, Imavov ainda se mostrava tímido, com Cannonier ainda dando as cartas com seus jabs. Só que a partir de uma boa cotovelada, o francês passou a dominar com boas combinações até o fim do assalto.

Entendendo que Imavov acelerou no round anterior, Cannonier voltou investindo ainda mais em sua trocação, com Imavov respondendo em contragolpes. A parcial se desenvolveu de forma morna e amarrada, tendo como melhor golpe uma boa direita do americano.

Já no quarto round, Nassourdine Imavov foi para cima com uma boa direita, mas logo Jared Cannonier respondeu com uma cotovelada giratória. O duelo seguia equilibrado até que Imavov acertou um belo gancho que fez o americano sentir. A partir daí, Nassourdine foi para cima para encerrar o combate, porém, Cannonier se defendia e buscava a recuperação, só que o árbitro Jason Herzog, de forma precipitada e, claramente equivocada, encerrou a luta, gerando um nocaute técnico a favor de Imavov.

Dominick Reyes venceu Dustin Jacoby por nocaute no 1º round

Dominick Reyes nocauteou Dustin Jacoby no UFC Cannonier x Imavov
Dominick Reyes nocauteou Dustin Jacoby no UFC Cannonier x Imavov (Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images)

Dominick Reyes, após uma sequência de derrotas contra os ex-campeões do peso meio-pesado Jon Jones, Jan Blachowicz e Jiri Prochazka, além de Ryan Spann, foi com tudo ao UFC em Louisville.

Depois de um pequeno estudo, Dominick Reyes foi para cima com um chute e uma sequência de socos, entretanto, Dustin Jacoby passou a avançar mais, levando perigo a Reyes.

Mas, com toda experiência de quem enfrentou campeões, Dominick Reyes conectou uma direita pesada seguida de uma joelhada. Após isso, Reyes foi para cima com socos potentes, nocauteando Jacoby de maneira brutal.

Raul Rosas Jr venceu Ricky Turcios por finalização no 2º round

A grande revelação Raul Rosas Jr, foi para o octógono disposto a dar mais um passo rumo à sua ascensão na companhia.

A luta começou e rapidamente se tornou uma guerra no chão, com Rosas sendo mais energético, mas Ricky Turcios demonstrando perigo com tentativas de finalizações, inclusive quase conseguindo aplicar um mata-leão.

No segundo round, Raul Rosas Jr chegou disposto a buscar a finalização. Após um erro de Turcios, o mexicano conseguiu acessar as costas do oponente para aí sim, encaixar o estrangulamento e vencer a luta com o golpe em que quase perdeu no primeiro assalto.

Brunno Hulk venceu Dustin Stoltzfus por nocaute técnico no 1º round

Brunno Hulk queria aproveitar a chance de estar num card principal para mostrar que é um prospecto interessante para a companhia.

Apesar da vontade de Brunno Hulk, no início do combate Dustin Stoltzfus conseguiu levar o duelo ao chão e dominou no solo por cima, tirando sangue do brasileiro. Mesmo em desvantagem, Brunno Hulk conseguiu se levantar, mas foi pressionado junto à grade, até conseguir uma boa cotovelada para se safar da situação ruim.

Dustin Stoltzfus parecia mais à vontade na luta, com um chute rodado o americano atingiu bem o brasileiro. Só que uma cotovelada rodada de Brunno Hulk abriu caminho para a virada. Ambos trocaram golpes pesados, porém, Hulk apostou novamente na cotovelada rodada e destruiu a integridade física de Stoltzfus, garantindo a vitória gigante de Brunno.

Nocaute brutal de Brunno Hulk em Dustin Stoltzfus
Nocaute brutal de Brunno Hulk em Dustin Stoltzfus (Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images)


Zachary Reese venceu Julian Marquez por nocaute técnico no 1º round

Zachary Reese queria muito a sua primeira vitória no UFC, tendo como plano não tomar conhecimento de Julian Marquez.

O confronto começou com os dois desferindo chutes, Marquez atacou nas pernas, enquanto Reese feriu o abdômen do adversário. Após isso, um uppercut brutal levou Julian Marquez a knockdown.

A partir daí, Julian Marquez virou um passageiro da agonia, com Zachary Reese atropelando o oponente num ground and pound que obrigou Dan Miragliotta parar a luta.

Punahele Soriano venceu Miguel Baeza por decisão unânime

Punahele Soriano decidiu se testar nos meio-médios, atacando com bons socos no primeiro round, o havaiano tentou acuar Miguel Baeza, mas o lutador da Flórida estava consciente buscando um caminho para a finalização. Apesar disso, Soriano foi melhor na primeira parcial.

No segundo assalto, Punahele Soriano levou o duelo ao chão rapidamente e passou a bater por cima e controlar a parcial até o fim.

No terceiro round, Punahele Soriano novamente levou ao chão, repetindo a estratégia que já tinha dado certo anteriormente, batendo por cima e dando a impressão que se apertasse mais nocautearia. Apesar disso, no fim da luta o triunfo era certo.

Veja todos os resultados do card preliminar do UFC Louisville

Ludovit Klein venceu Thiago Moisés por decisão unânime dos juízes

Carlos Prates venceu Charles Radtke por nocaute técnico no 1º round

Brad Katona venceu Jesse Butler por decisão unânime

Montana de la Rosa venceu Andrea Lee por decisão dividida

Daniel Marcos venceu John Castaneda por decisão unânime

Denise Gomes venceu Eduarda Moura por decisão dividida

Taylor Lapilus venceu Cody Stamann por decisão unânime

Puja Tomar venceu Rayanne Almeida por decisão dividida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *