Alexander Zverev Australian Open
Tenis Notícias Roland Garros

Alexander Zverev recorre de multa por violência doméstica

Alexander Zverev, atualmente competindo em Roland Garros, está simultaneamente enfrentando um desafio legal. Um tribunal em Berlim começou a ouvir nesta sexta-feira o recurso apresentado por Zverev contra uma multa de 450 mil euros aplicada sob a acusação de violência doméstica. A sanção foi imposta em outubro do ano passado, quando o atleta foi acusado de tentar estrangular Brenda Patea, sua então parceira e mãe de sua filha de três anos, Mayla. Zverev, de 27 anos, nega veementemente as acusações.

De acordo com informações do jornal Guardian, o tribunal ouviu do procurador que, após uma discussão acalorada em um apartamento de Berlim, em maio de 2020, Zverev supostamente empurrou Patea contra uma parede e a estrangulou com as duas mãos. Patea teria sofrido dificuldade para engolir e respirar, além de dores que persistiram por vários dias. Essas alegações formam a base da acusação que levou à multa aplicada ao tenista.

O principal advogado de defesa de Zverev, Alfred Dierlamm, classificou as acusações como “infundadas e contraditórias”. Ele afirmou que o tribunal ouvirá depoimentos de testemunhas oculares e examinará mensagens de celular que ofereceriam “uma visão objetiva dos eventos”. O julgamento, que está programado para durar 10 dias não consecutivos, será retomado na próxima segunda-feira.

Zverev não é obrigado a comparecer ao tribunal nesta fase do julgamento, o que lhe permite continuar sua participação em Roland Garros, que começou no domingo passado e vai até 9 de junho. A expectativa é que o processo judicial continue durante o torneio de Wimbledon e termine pouco antes das Olimpíadas de Paris. Vale lembrar que Zverev conquistou a medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio em 2021.

Antes do início do julgamento, Zverev declarou que não se deixaria distrair pelo processo legal e expressou confiança em sua inocência. “Acredito no sistema alemão e também acredito na verdade. Sei o que fiz, sei o que não fiz. Isso é – no final das contas – o que vai acontecer, e tenho que confiar nisso”, disse ele na semana passada. “Acredito que não vou perder esse processo. Não há absolutamente nenhuma chance de acontecer. É por isso que posso jogar com calma”.

Os problemas de Zverev

Esta não é a primeira vez que Zverev enfrenta acusações de violência doméstica. Sua ex-namorada, a tenista Olya Sharypova, também havia feito alegações semelhantes. No entanto, a ATP, organização responsável pelo circuito masculino de tênis, suspendeu sua própria investigação sobre as acusações em janeiro de 2023, alegando insuficiência de provas após mais de dois anos de investigação.

(Foto: Divulgação/ATP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *