Alexander Zverev Roma
Tenis Jogos Outros Torneios

Zverev joga bem, vence Jarry e volta a conquistar o Masters 1000 de Roma

O alemão Alexander Zverev coroou sua participação no Masters 1000 de Roma com uma vitória convincente sobre o chileno Nicolas Jarry, vencendo por sets diretos, com parciais de 6/4 e 7/5, em uma partida que durou 1h41. Este título marca a segunda conquista de Zverev no prestigiado torneio italiano, onde ele se tornou o campeão mais jovem em 2017, aos 20 anos.

Com esta vitória no saibro italiano, Zverev garantiu uma ascensão no ranking mundial, ultrapassando o russo Daniil Medvedev e alcançando a quarta posição na lista da próxima segunda-feira. Este é o melhor ranking do alemão em quase 20 meses, desde agosto de 2022. A nova posição de Zverev lhe proporcionará uma chave mais favorável em Roland Garros, onde ele só enfrentará jogadores como Novak Djokovic, Jannik Sinner e Carlos Alcaraz a partir das semifinais.

Esta é a 22ª conquista de Zverev no circuito da ATP e a primeira do ano, além de ser seu sexto título em um torneio Masters 1000, empatando com Medvedev. Entre os jogadores em atividade, apenas Djokovic (40), Rafael Nadal (36) e Andy Murray (14) têm mais títulos de Masters 1000. Na atual temporada, os cinco torneios Masters 1000 tiveram cinco campeões diferentes, demonstrando a competitividade do circuito.

Zverev também se tornou o décimo jogador a conquistar o torneio de Roma mais de uma vez, juntando-se a uma lista seleta que inclui Nadal (10), Djokovic (6), Thomas Muster (3), Bjorn Borg, Jim Courier, Vitas Gerulaitis, Andres Gomez, Ivan Lendl e Ilie Nastase (todos com 2).

A campanha de Zverev no Foro Itálico foi impressionante, perdendo apenas um set durante toda a competição. O maior desafio para o alemão veio na semifinal contra o chileno Alejandro Tabilo, que venceu o primeiro set, mas acabou sendo derrotado de virada. No caminho até o título, Zverev também derrotou Aleksandar Vukic, Luciano Darderi, Nuno Borges e Taylor Fritz, demonstrando um desempenho sólido e consistente.

Zverev “amarra” Jarry e conquista título em Roma

Desde o início da partida, Sascha mostrou sua superioridade técnica e tática, cometendo apenas um erro não forçado durante todo o primeiro set. Apesar de manter um jogo agressivo, especialmente no saque, onde anotou quatro aces e perdeu apenas um ponto, o alemão soube controlar bem os momentos decisivos.

No primeiro set, Zverev elevou seu nível nos momentos cruciais, pressionando Jarry nos games finais. O chileno conseguiu salvar dois break-points para empatar em 4/4, mas ao servir em 4/5 e 15-40, acabou sucumbindo à pressão e perdeu o saque, entregando a primeira parcial ao alemão.

O segundo set seguiu equilibrado, mas com poucas oportunidades para Jarry devido ao excelente desempenho de Zverev no saque. O alemão manteve uma alta porcentagem de aproveitamento, com 95% no primeiro set e 86% no segundo, cedendo apenas quatro pontos no serviço. Essa consistência permitiu a Sascha adotar uma postura mais agressiva nas devoluções, buscando a quebra para fechar a partida.

Jarry enfrentou dificuldades no quarto game, onde salvou dois break-points, e novamente no décimo game, onde defendeu dois match-points com o saque. No entanto, o volume de jogo de Zverev, que estava em um dia excepcional, prevaleceu. No 12º game, o alemão conquistou mais dois match-points e, ao aproveitar o segundo, garantiu a vitória e o bicampeonato em Roma.

FT: Alexander Zverev 2-0 Nicolás Jarry (6-4; 7-5)

(Foto: Twitter ATP Tour)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *