Artur Jorge; Técnico Botafogo.
Brasileirão Futebol

Artur Jorge enaltece vitória coletiva e desvia de questões sobre arbitragem

Após o Botafogo vencer o Cuiabá por 2 a 1 em um jogo fora de casa, o técnico Artur Jorge evitou comentar sobre a arbitragem; Marlon Freitas e John Textor reclamaram do pênalti assinalado contra o time carioca. Durante a coletiva de imprensa na Arena Pantanal, o treinador alvinegro optou por focar sua análise no resultado da partida.

“Vou falar muito mais sobre a partida do que sobre a arbitragem, mas fico feliz que sejam vocês (jornalistas) a tocar no assunto. Até eu ter falado na coletiva anterior, nunca tinha se falado sobre isso, pelo menos direcionado ao Botafogo, mas a interpretação que fazemos parece que é sempre direcionada ao resultado. Eu não queria que fosse assim. Queria falar de fatos, quando se justifiquem falar sobre eles. Infelizmente, há muito disso aqui no Brasil, parece que tudo o que dizemos é para justificar. Hoje tivemos uma intervenção do VAR sobre penalidade sobre nós, não vou falar mais sobre a questão da arbitragem, e sim sobre a vitória, que foi muito importante para nós.”

Lance polêmico do jogo

O Botafogo estava vencendo o jogo por 1 a 0. Aos 40 minutos, Lucas Halter empurrou Isidro Pitta antes de um cruzamento de Ramon, e a defesa carioca afastou a bola. Inicialmente, o jogo continuou, mas depois o VAR chamou o árbitro Paulo Cesar Zanovelli da Silva para revisar o lance. Após verificar a jogada no vídeo, ele marcou o pênalti. Marlon Freitas chegou a afirmar que o Botafogo teria que “lutar contra o sistema”.

Artur Jorge Analisa Vitória do Botafogo na Arena Pantanal

Artur Jorge também analisou a partida na Arena Pantanal. O Botafogo abriu o placar com menos de cinco minutos de jogo, viu o Cuiabá empatar com o pênalti convertido por Pitta e garantiu os três pontos na segunda etapa com um gol de Mateo Ponte.

“Eu destaco sempre o coletivo, uma vitória como equipe. Uma vitória em um lugar difícil. Temos feito uma boa campanha com bons resultados. Provamos mais uma vez que somos capazes.”

“Imaginava que seria um jogo muito difícil, e isso se confirmou, até por termos feito um gol muito cedo. Isso nos fez abrandar um pouco o jogo, tivemos um primeiro tempo controlado, mas lento. Foi preciso falar e corrigir a intensidade no segundo tempo para chegar à vitória. Conseguimos em uma boa jogada. Ficamos satisfeitos com a vitória, sobretudo em um campo muito difícil.”