Matheus Donelli, Corinthians
Futebol Brasileirão

Corinthians renova contrato de goleiro reserva em meio a possível venda de Carlos Miguel

O Corinthians anunciou neste domingo a renovação de contrato com o goleiro Matheus Donelli, até então terceira opção da equipe no mês passado, e possível titular após a saída de Cássio e da provável venda de Carlos Miguel ao Nottingham Forest, da Inglaterra. O reserva deve assinar esta semana seu novo acordo com validade até junho de 2028, e possuía contrato até janeiro de 2025.

No Timão desde os tempos de infância, Matheus Donelli tem 22 anos de idade e pelo atual vínculo, já poderia assinar um pré-contrato com outra equipe no meio do ano. Tendo estreado no profissional em 2021, o goleiro fez até aqui dez jogos e foi titular em oito, com cinco vitórias, dois empates e três derrotas. Nesta temporada, o arqueiro passou de desmotivado por falta de espaço a esperançoso para novas atuações, com a forte possibilidade de assumir definitivamente a meta corintiana.

Quem são os outros goleiros do Corinthians além de Matheus Donelli?

Caso se confirme a saída de Carlos Miguel para a Premier League ainda nesta semana, Matheus Donelli ascende a titular do gol no Corinthians por estar como seu primeiro reserva desde a saída de Cássio para o Cruzeiro. Sem o ídolo e com a possível baixa, a linha sucessória na meta alvinegra tem mais dois atletas na briga pela posição. Os jovens Felipe Longo e Matheus Corrêa, atuam na base corintiana, e estiveram no elenco da equipe campeã da Copa São Paulo de 2024.

  • Nome: Matheus Donelli
  • Idade: 22 anos
  • Jogos como profissional: 10
  • Contrato: válido até 5 de janeiro de 2025
Matheus Donelli em treino do Corinthians
Matheus Donelli em treino — Foto: Rodrigo Coca / Ag.Corinthians
  • Nome: Felipe Longo
  • Idade: 19 anos
  • Jogos como profissional: 0
  • Contrato: válido até 30 de março de 2029

Goleiro Felipe Longo em treino do Corinthians
Goleiro Felipe Longo em treino — Foto: Rodrigo Coca / Ag.Corinthians
  • Nome: Matheus Corrêa
  • Idade: 18 anos
  • Jogos como profissional: 0
  • Contrato: válido até 24 de julho de 2026

Matheus Corrêa
Matheus Corrêa (camisa 12), goleiro do Corinthians e da seleção brasileira sub-17 — Foto: Divulgação/CBF

Longo é o titular da equipe sub-20 comandada por Danilo Andrade, e dentre os que podem permanecer no Corinthians após a saída encaminhada de Carlos Miguel, é apontado como o reserva imediato de Donelli no Timão. Na equipe desde os 11 anos de idade, o atleta que ainda não estreou no profissional, mas já treinou inúmeras vezes com a equipe principal, já recebeu elogios de Cássio e declarou tê-lo como inspiração.

Tenho como ídolo Cássio. Desde os 14 anos, quando fiz o meu primeiro treino com o time principal, aprendi muito dentro de campo e fora também, como agir em cada momento da carreira. Ele me ensinou bastante sobre as partes técnicas e de posicionamento. Depois comecei a me espelhar na forma como ele liderava o elenco e reagia nos momentos bons e ruins

— afirmou Felipe Longo em entrevista à N Esporte.

Reserva de Felipe Longo no sub-20, Matheus Corrêa foi destaque do sub-17 do Corinthians no ano passado e defendeu as cores da seleção brasileira que disputou a Copa do Mundo da categoria na Indonésia. No Timão há 9 anos, em entrevista ele também se declarou fã de Cássio e se inspirar nele para defender a equipe.

Meu primeiro contato com o Cássio foi em um treino no profissional, no começo desse ano, fiquei muito feliz de ter a oportunidade de treinar junto com ele. Quando eu fui informado que treinaria com a equipe profissional, foi a primeira pessoa que me veio a cabeça. O Cássio mudou a história do Corinthians em vários aspectos, jogou Copa do Mundo, é a maior referência que eu tenho. Tento ter a cabeça fria pois para alcançar 10% do que ele conseguiu é preciso trabalhar muito e me dedicar diariamente, assim como ele”

— afirmou Matheus Corrêa em entrevista à Gazeta Esportiva.

Sem Cássio e provavelmente sem Carlos Miguel no desenrolar de suas negociações com o Nottingham Forest, o Corinthians agora pretende contar com os três jovens goleiros para seguir a temporada 2024, enquanto não encontra um arqueiro experiente para se consolidar na meta da equipe. O clube que até aqui sondava seu ex-atleta e atualmente no Cuiabá, Walter, caso negocie com o profissional, não poderá utilizá-lo no Brasileirão.

Cuiabá Walter
Walter, goleiro do Cuiabá — Foto: Gil Gomes/Agif/Gazeta Press

Em sua quarta temporada no Dourado, desde sua saída do Timão em 2021, Walter atuou seis partidas pela equipe mato-grossense na Série A desse ano, e após entrar em campo em seu sétimo jogo na tarde de hoje, contra o Criciúma em Santa Catarina, não poderia ser mais utilizado pelo alvinegro no campeonato. Segundo o regulamento da CBF, um jogador não poderia representar um time numa mesma edição de competição caso tenha atuado por sete partidas ou mais em seu clube de origem.

Foto: ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *