Dorival Júnior seleção brasileira
Futebol Seleção Brasileira

Dorival analisa vitória da seleção e prega calma com Endrick

O técnico Dorival Júnior buscou manter a calma ao comentar a vitória por 3 a 2 sobre o México, em amistoso realizado no Texas, Estados Unidos, neste sábado (8). Nem mesmo o gol salvador marcado aos 50 minutos do segundo tempo por Endrick, ex-Palmeiras, levou o treinador a se empolgar excessivamente.

Dorival já havia demonstrado preocupação com os elogios e comparações ao jovem atacante durante a coletiva na véspera do jogo. Endrick, aos 17 anos, tem se destacado na Seleção Brasileira, sendo comparado a Pelé, que foi o único jogador a marcar gols em três partidas consecutivas pelo Brasil antes dos 18 anos.

“(O gol) é um fator importante, que vai passando confiança para o atleta. Temos que ter calma e paciência, sem comparação nenhuma com um nome ou outro. O Endrick tem que se fazer por ele próprio. Ele tem que buscar o seu espaço e é isso que vem acontecendo com calma.

Vamos ter muito cuidado com esse garoto. Está acontecendo muita coisa em sua vida em tão pouco tempo. Ele mantém a essência. Vi o início no Palmeiras e é uma coisa importante, que chama a atenção e engrandece o que ele está realizando em tão pouco tempo de carreira,” disse Dorival.

Dorival Júnior explicou a escolha de mudar 100% do time em relação ao que enfrentou a Inglaterra e a Espanha em março. O treinador destacou a necessidade de observar novas peças como razão para essa decisão.

“A equipe jogou com muita confiança, o meio de campo teve ótimos momentos na partida e acredito que era o único momento que poderíamos ter uma observação um pouco maior de todo elenco. Tivemos a atitude correta e tomamos uma decisão importante dando oportunidade para muitos jogadores. Ficamos satisfeitos com o que vimos ao longo de 90 minutos,” afirmou.

A reformulação levou o Brasil a entrar em campo com um time bastante jovem, tudo parte do planejamento de Dorival para a Copa América e, pensando mais à frente, para a Copa do Mundo de 2026 nos Estados Unidos.

“É uma Seleção jovem. Porém, temos que imaginar que é daqui a dois anos ainda para atingirmos um melhor momento e conseguir uma melhor condição nas eliminatórias para a Copa do Mundo. Acredito que aos poucos essa equipe vai amadurecendo, criando corpo e dando oportunidade para jovens. Queremos lealdade na disputa por posição. Por isso, falei que é um somatório de duas partidas e dos treinamentos para decidirmos o que fazer na Copa América. A disputa está em aberto,” completou Dorival.

Próximos de Dorival na seleção

Com duas vitórias e um empate sob o comando de Dorival, o Brasil retorna para Orlando, onde enfrentará os Estados Unidos na próxima quarta-feira, no Camping World Stadium, às 20h. A Seleção permanecerá na Flórida até o dia 20, quando embarca para a Califórnia para a estreia na Copa América, no dia 24, contra a Costa Rica, em Inglewood.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *