Dudu volta ao Palmeiras
Futebol Brasileirão

Relacionado, Dudu volta ao Palmeiras após polêmica quase saída para o Cruzeiro: “Logo isso será esquecido”

Sorridente como se nada tivesse acontecido no último final de semana, Dudu voltou ao Palmeiras nesta quinta-feira (20), e esteve entre os relacionados do alviverde para o duelo contra o Red Bull Bragantino no Allianz Parque. Sentado no banco de reservas do início ao fim da vitória palestrina por 2 a 1, o atacante sairia tranquilamente se não fosse a reação dos torcedores menos de uma semana após ter negociado com o Cruzeiro e quase sair do Verdão pela porta dos fundos.

Com incentivos dos colegas de equipe através de gestos e palavras como: “Tudo isso será esquecido”, Dudu também ouviu gritos da torcida lhe chamando de guerreiro e viu crianças buscando sua atenção a todo instante, sendo abraçado por um grupo delas antes da bola rolar. Após vivenciar uma quinta-feira normal nos bastidores, concentrado com o time, ouvindo a preleção e disposto a ocupar novamente um lugar no Palmeiras, o jogador demonstrava estar como se estivesse em seu primeiro jogo no Verdão, preparado para o retorno.

Depois de pedir para não atuar na semana anterior, na vitória sobre o Vasco, contra o Bragantino, Dudu não tinha mais a panturrilha como empecilho e se sentia pronto para atuar. Pessoas próximas ao atacante diziam que ele estava em plenas condições, porém, Abel Ferreira não lhe tirou do banco nessa partida, e deu oportunidade a Flaco López, Fabinho, Jhon Jhon, Vanderlan e Garcia. Durante uma entrevista pré-jogo, o técnico explicou que haviam outros fatores além do problema físico para não tê-lo colocado em campo ontem a noite.

Tem que se colocar no lugar dele, não dormiu três noites. Não está na sua plenitude física. Há alguns dias tiveram coisas que mexeram com ele. O sono não foi o melhor”.

Palmeiras e o Caso Dudu

Tudo começou no último sábado, após o Cruzeiro anunciar publicamente um acordo verbal com o Palmeiras para contratar Dudu e receber um “sim” do atacante, que teria um contrato de cinco anos para voltar ao clube que lhe revelou para o profissional. Porém, mesmo sem exames e sem nada assinado, a Raposa lhe anunciou nas redes sociais e gerou um enorme alvoroço. Madrugada adentro de reuniões na residência do atacante e pedidos da organizada lhe convenceram a ficar, e assim pedir no treino do domingo.

Ao chegar nos treinamentos, Dudu foi logo comunicar a Abel sua intenção de seguir, mas acabou surpreendido no dia seguinte ao ouvir da presidente Leila Pereira que seu ciclo no Palmeiras havia acabado. A dirigente declarou na segunda-feira em alto e bom som que o diretor de futebol Anderson Barros, assinou o contrato com o Cruzeiro e que ele estava vendido. Reuniões se estenderam até o cair da tarde, às vésperas do jogo com o Atlético-MG em Belo Horizonte, e enfim confirmaram: continua até dezembro de 2025.

Oficialmente reintegrado ainda na segunda, recebeu abraços de Abel e ouviu o treinador relatar nesta quinta-feira, que além do sono, o contexto do jogo de ontem lhe balançou sobre escalá-lo ou não.

Entendi que não seria o contexto ideal, porque foi um jogo dividido, intenso e pegado. Ele está aí para nos ajudar e está próximo. Só isso que tenho para vos dizer”.

Dudu no aquecimento antes de Palmeiras e Bragantino no Allianz
Dudu no aquecimento antes de Palmeiras x Bragantino — Foto: Marcos Ribolli/ge

Atletas do Palmeiras também se solidarizam

Sendo bancado publicamente por Abel depois da resistência inicial de Leila sobre sua continuidade após o episódio com o Cruzeiro, Dudu recebeu apoios de mais atletas, que até então também resistiam a colocar suas “mãos no fogo” pelo atacante. Depois de Piquerez e Mayke se solidarizarem nas redes sociais e do lateral também falar sobre o caso após a vitória fora de casa contra o Galo, foi a vez de Raphael Veiga, autor de um dos gols do Verdão no triunfo de quinta contra o Bragantino, se posicionar a seu favor.

Cada um tem uma forma de pensar, cada um tem um lado. O Dudu, ali no post dele, falou sobre a proposta, sobre a decisão dele. E a Leila também falou o que aconteceu. É difícil falar. Eles que estavam ali dentro da situação mesmo, a gente estava meio do lado de fora, por trás”.

A gente tem que fazer de tudo para ele ficar bem, voltar a jogar, voltar a estar feliz. Daqui a alguns dias o Dudu vai voltar, vai fazer gol, vai jogar, vai ganhar. E tudo isso vai se esquecer”.

Agora, de volta ao elenco após toda a confusão, Dudu retoma a vida no alviverde buscando mais uma vez mostrar sua capacidade, e terá no próximo domingo, outro momento para dar um recado a Abel com a pretensão de jogar. O Palmeiras volta a campo neste final de semana no Allianz Parque, às 18h30 (de Brasília), e encarando o Juventude, se posiciona na briga pela liderança, estando atualmente na terceira colocação com 20 pontos ganhos.

Foto: Mauricio Rito/Palmeiras