Federer Djoko
Tenis Notícias

Federer pede desculpas a Djokovic por dúvidas no começo da carreira: ‘não me convenceu’

Roger Federer demorou a se convencer do talento de Novak Djokovic. Em um trecho de um documentário sobre sua aposentadoria, o lendário tenista suíço revelou que, no início da carreira do sérvio, não o considerava um verdadeiro concorrente.

“Em 2006, eu o enfrentei em Mônaco pela primeira vez. Saí da quadra pensando: ‘Sim, ele é ok’. Havia uma grande euforia com Novak, mas ele não me convenceu totalmente. Não dei a Novak o respeito que ele merecia, tecnicamente ele era pouco consistente,” contou Federer.

Federer reconheceu que Djokovic evoluiu significativamente ao longo de sua carreira. Hoje, Djokovic superou diversos recordes de Federer e acumula mais títulos de Grand Slam do que o rival: 24 contra 20. Além disso, o sérvio tem um recorde positivo contra os outros tenistas do big 3, vencendo 30 confrontos contra Rafael Nadal e 27 contra Roger, incluindo 13 em finais.

“Ele tinha um forehand muito bom, mas seu backhand não era nem de perto como é hoje em dia. Ele evoluiu muito e tornou-se um jogador monstruoso,” completou o tenista suíço.

Para Federer, a ascensão de Djokovic não foi devidamente valorizada inicialmente devido à intensa rivalidade entre ele e Rafael Nadal.

“Ele era visto como um intruso na luta entre mim e Rafa. Havia muita paixão nessa rivalidade. Por isso, quando o Novak apareceu, muita gente disse: ‘Não precisamos de um terceiro. Estamos felizes com Roger e Rafa’. Mas Novak tem uma personalidade fortíssima e uma fome incrível. Quer sempre vencer, custe o que custar,” finalizou o suíço.

A carreira de Federer

Dentre aqueles que compõem o big 3, Federer foi o primeiro a aparecer, travando boas batalhas contra os tenistas da antiga geração, como Andre Agassi e Pete Sampras. O suíço ganhou o seu primeiro Grand Slam em 2003, quando Djokovic ainda estava começando a sua carreira. Com mais de mil vitórias na ATP e 20 títulos de Slam, Federer se aposentou oficialmente do tênis no ano passado.

(Foto: Peter Staples/ATP Tour)