Deyverson, Grêmio
Futebol Brasileirão

Grêmio encaminha acerto com Deyverson, mas ainda procura acordo com o Cuiabá

Visando contornar a situação no Brasileiro e a sequência do mata-mata na Libertadores e na Copa do Brasil, o Grêmio quer utilizar julho para se reforçar, e prioriza a contratação de um centroavante. O nome que está mais próximo do clube no início desta janela é o ex-Palmeiras Deyverson, porém, seu atual clube, o Cuiabá, tem sido um entrave no acordo pelo jogador. O Dourado exige altos valores para desenrolar as negociações com o Imortal, e aguarda uma posição para responder se libera ou não o atleta, contratado em 2022.

Para ter Deyverson, o Grêmio fez uma oferta salarial ao seu estafe e já possui um encaminhamento neste ponto. Caso confirme o acordo, o Tricolor pagaria menos do que tem gasto atualmente com JP Galvão e um pouco mais do que o patamar salarial recebido pelo atleta no Cuiabá, estimado em R$ 500 mil. No começo do ano, o Dourado se mostrava inflexível a negociar a liberação do jogador e exigia o valor da multa rescisória. Porém, nas últimas semanas o clube vem se demonstrando disposto a conversas. Tendo contrato até o final deste ano, Deyverson não atua desde abril e havia sido afastado pelo clube após problemas extracampo.

Segundo o ge, o Cuiabá neste momento pede R$ 5 milhões para liberar o jogador, mas a diretoria gremista que inicialmente não queria pagar pela transferência do atleta, atualmente avalia a situação de forma interna para dar andamento ao acordo. Deyverson tem contrato com o Cuiabá até dezembro e já pode assinar pré-contrato para sair de graça ao final da temporada. O Grêmio tem corrido contra o tempo em busca de um atacante, e Deyverson demonstra não querer seguir afastado e sem atuar.

Após a vitória tricolor sobre o Fluminense em Caxias do Sul no último domingo, o técnico Renato Portaluppi foi questionado sobre a possível vinda de Deyverson, mas se esquivou diante de uma possível investida gremista sob o centroavante. De acordo com apurações do ge, o treinador já sinalizou gostar das características apresentadas pelo atleta.

Sobre o Deyverson, só falo quando o jogador chega e assina o contrato. Tem nome que vocês (jornalistas) dão que pode ser que a gente esteja conversando, outros que nunca falamos. Então fica na cabeça de cada um. Eu só falo quando o jogador assina”.

Deyverson, possível reforço do Grêmio
Deyverson, atacante especulado pelo Grêmio, em treino do Cuiabá — Foto: AssCom Dourado

Grêmio quer pelo menos três reforços em julho

Com a abertura da nova janela de transferências a partir do dia 10 de julho, a direção do Grêmio quer pelo menos três reforços neste mês. A ideia do clube é ter duas peças para a função de centroavante e um meia para disputar posição com Cristaldo.

Há cerca de dois meses, o diretor executivo Luis Vagner conversou com o meio-campista Philippe Coutinho, sobre uma possibilidade dele atuar no Brasil pelo Grêmio. Porém, ouviu do próprio jogador que sua prioridade em caso de regresso ao país era do Vasco, clube de origem e com quem já está com acerto encaminhado.

Para o setor ofensivo, além de Deyverson, o Grêmio consultou outros nomes como Gabigol, atualmente incerto no Flamengo, o jamaicano Michail Antonio, do West Ham, e Chico da Costa, brasileiro que joga pelo Bolívar. Enquanto o jamaicano ainda permanece no radar do departamento de futebol da equipe gaúcha, Gabigol e Chico da Costa já foram oficialmente descartados dos planos gremistas.

Entre as novidades, no final de maio o Grêmio adquiriu o zagueiro Jemerson, que já treina com o elenco e aguarda a abertura da janela no dia 10 para estrear com a camisa tricolor. O ex-Atlético-MG tem 31 anos de idade e encaminhou um vínculo com o Imortal até o fim de 2026, estando prestes a ser inscrito pelo clube no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Foto: AssCom Dourado